Apesar da grande plateia e pirotecnia, Muse faz show mediano no Lollapalooza

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Grupo fechou a primeira noite do festival neste sábado (5), para um público de 70 mil, com ingressos esgotados

No encerramento da primeira noite de Lollapalooza neste sábado (5), Matt Bellamy tentou, mas a voz não saiu grandiosa como de costume. De última hora, o Muse decidiu suspender a transmissão do show na TV paga por conta das questões de saúde do vocalista. Por essas mesmas razões, o grupo já havia cancelado uma outra apresentação que faria, em São Paulo, na última quinta-feira (3).

Muse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNewsMuse toca no Lollapalooza 2014. Foto: AgNews

No palco do Lolla, o que o Muse mostrou foi bom, porém muito pequeno perto da apresentação mostrada no Rock in Rio de 2013. Apesar de uma base de fãs grande e empolgada e da pirotecnia composta por jogos de luzes e fumaças, o grupo soou retraído no palco paulistano.

Matt genuinamente esforçou-se para entreter e fazer contato, mas sua voz vibrante fez falta. Muitas vezes, as partes das músicas que exigiam mais da extensão vocal foram deixadas de lado para que a plateia ajudasse.

Como homenagem ao músico Kurt Cobain, líder do Nirvana, o grupo tocou um cover de "Lithium", hit do simbólico disco "Nevermind". Há exatos 20 anos, Cobain suicidava-se com um tiro na cabeça. A versão do Muse para a canção, por mais que um cover de Nirvana seja uma escolha muito óbvia para se adicionar ao setlist, soou de bom gosto.

O show teve ainda as músicas mais famosas do grupo, como "Time is Running Out", "Starlight", "Uprising", além de faixas do disco em que vem sendo trabalhado desde 2012, "The 2nd Law", como "Madness".

Leia tudo sobre: lollapaloozalollapalooza 2014museigspshow

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas