Chefs levam comida de restaurante ao Lollapalooza: "É uma operação de guerra"

Por Luísa Pécora , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Público jovem garante sucesso de sanduíches em feira gastronômica do festival, que também oferece paella, comida mexicana, torresmo pururuca e asas de frango

Em meio aos palcos do Lollapalooza, uma tenda na qual não se ouve música está sempre lotada: Chef'Stage, o espaço no qual restaurantes famosos vendem pratos a preços populares, a maioria entre R$ 15 e R$ 21.

As opções vão bem além das comidas tradicionais de festivais. Há, por exemplo, cestinha de milho com chili e frango desfiado (R$ 12), torresmo pururuca com limão e um mix de temperos conhecido como garan madala (R$ 9), a pasta conhecida como mac and cheese (R$ 15), entre outros pratos simples e sofisticados.

O chef Fábio Benedetti levou paella ao Lollapalooza (R$ 18). Foto: Luísa Pécora/iGEquipe de Benedetti teve de usar fogão elétrico, e não a gás, no Lollapalooza. Foto: Luísa Pécora/iGHot dog francês, sucesso do Lollapalooza, à venda por R$ 15. Foto: Luísa Pécora/iGAsinhas de frango temperadas, à venda por R$ 15. Foto: Luísa Pécora/iGCestinha de milho com chili e frango desfiado, à venda por R$ 12. Foto: Luísa Pécora/iGPúblico do Lollapalooza no Chef'Stage. Foto: Luísa Pécora/iGChay Motta, 26, e João Felipe, 25, aprovaram o mac and cheese de R$ 15. Foto: Luísa Pécora/iGAna Bastos, 35, escolheu o hot dog francês por ser rápido: 'Preços não estão exorbitantes'. Foto: Luísa Pécora/iG

"Achei o preço justo, porque vem bastante", disse Chay Motta, 26 anos, que experimentou o mac and cheese e aprovou a entrada da feira gastronômica no Lollapalooza. "É muito bom  porque festival não costuma ter opções saudáveis,sem ser besteira. E é um jeito de popularizar a comida de alguns restaurantes."

O preço dos produtos  não estava tão distante dos praticados pelos vendedores que circulavam pelo festival, fora da tenda gastronômica. Um cachorro-quente simples, por exemplo, custa R$ 12 nas barraquinhas comuns. Por R$ 3 a mais, pode-se comer o hot dog francês do chef Raphael Despirite, com salsicha frankfurter, molho béchamel e queijo gruyère.

A barraca de Despirite era uma das mais movimentadas neste sábado (5),quando ele espera vender 1,5 mil cachorro-quentes. "Achávamos que ninguém vinha em festival para comer, mas não paramos um minuto", disse o chef, que costuma participar de outras feiras similares. "Tenho um restaurante francês tradicional, mas acho muito divertido ter contato com a galera."

Para participar do Chef'Stage, Despirite e sua equipe - como muitos outros participantes - começaram a montar tudo na quarta-feira. Os ingredientes são organizados em caixas e tudo é previamente preparado para que a montagem do sanduíche seja relativamente simples. "É uma operação de guerra", definiu.

Luísa Pécora/iG
Público do Lollapalooza no Chef'Stage

A equipe de Allan Prisco, chef da Hamburgueria 162, chegou ao Lollapalooza às 8h deste sábado para preparar sanduíches que também estavam entre os campeões de venda - em especial o de picanha.

"Participamos de várias feiras livres, mas esta vem sendo a mais legal de todas", afirmou o chef, que espera vender 5 mil lanches no festival. Por quê? "A gente gosta quando é loucura total mesmo."

Paella e New Order

Barracas com comidas menos conhecidas não estavam tão movimentadas, como a que vendia "spice wings", coxinhas da asa do frango temperadas com limão e pimenta (R$ 15), e a paella do chef Fábio Benedetti, com camarão, lagostini, mexilhão, lula, frango e legumes (R$ 18).

Até o meio da tarde de sábado, Benedetti tinha vendido 500 unidades, e acreditava que chegaria a 1,2 mil até o fim do dia. "Hoje o público é bem jovem, e muitos não conhecem paella. Amanhã achamos que vai ser melhor, porque vai vir um pessoal mais velho ver New Order", contou.

Benedetti, que em seu restaurante vende a paella por R$ 59 num serviço de coma à vontade, apoia a tendência das feiras gastronômicas. "Sempre participamos porque a ideia é democratizar mesmo", disse. "Para quem não conhece, a gente explica. A maioria gosta e conhece uma coisa nova"

Leia tudo sobre: lollapaloza 2014chef stagelollapaloozagastronomiamúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas