Produtor de discos de John Lennon e Jimi Hendrix, Roy Cicala morre no Brasil

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Norte-americano tinha 73 anos e sofreu falência de órgãos múltiplos em decorrência de um câncer

Divulgação
O produtor Roy Cicala em "LENNONYC"

Um dos produtores mais famosos entre os anos 1960 e 1980, o norte-americano Roy Cicala morreu em São Paulo na terça-feira (21). Ele tinha 73 anos e sofreu falência de órgãos múltiplos, em decorrência de um câncer.

Siga o iG Cultura no Twitter

Cicala estava internado no hospital AC Camargo. Ele deixa uma filha, brasileira.

Sócio do estúdio Record Plant, em Nova York, Cicala trabalhou como produtor e/ou engenheiro de som com diversos artistas, como Frank Sinatra, John Lennon, Jimi Hendrix, Aerosmith, Miles Davis, Elton John, Bruce Springsteen, entre muitos outros.

Cicala foi muito próximo de John Lennon e Yoko Ono - trabalhou em vários discos do ex-beatle, como "Mind Games, "Imagine", "Walls and Bridges" e "Rock and Roll".

Mais: Roy Cicala relembra histórias e dia-a-dia de John Lennon

Ao iG, Cicala relembrou histórias com o ex-beatle, como quando o cantor mudou-se para os EUA: "Lennon estava se sentido inseguro na América. Cheguei a emprestar dinheiro quando começamos a trabalhar juntos, comprei equipamentos de som para ele. Tenho cartas em que ele diz 'obrigado pelo pão', quer dizer, 'dinheiro'".

Após várias passagens pelo Brasil, o produtor mudou-se definitivamente para o País em 2005. Na Vila Mariana, montou um estúdio, o South American Plant, e nele trabalhou em discos de artistas como Forgotten Boys, Rita Lee, Ciro Pessoa, entre outros.


Leia tudo sobre: roy cicalamúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas