Corpo do cantor Nelson Ned é velado em Itapecerica da Serra

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Músico morreu neste domingo (5), aos 66 anos, vítima de uma grave pneumonia

O corpo do cantor Nelson Ned está sendo velado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP). O músico de 66 anos morreu na manhã deste domingo (SP), vítima de complicações de uma grave pneumonia.

Uma cerimônia de cremação será realizada às 21h, no mesmo local.

Leia também: Morre o cantor e compositor Nelson Ned

Corpo do cantor Nelson Ned é velado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP). Foto: Everaldo Silva/Futura PressCorpo do cantor Nelson Ned é velado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP). Foto: Everaldo Silva/Futura PressCorpo do cantor Nelson Ned é velado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP). Foto: Everaldo Silva/Futura PressCorpo do cantor Nelson Ned é velado no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP). Foto: Everaldo Silva/Futura PressO cantor Nelson Ned. Foto: DivulgaçãoCapa de disco do cantor Nelson Ned. Foto: DivulgaçãoO cantor Nelson Ned (1947-2014). Foto: DivulgaçãoCapa de disco do cantor Nelson Ned. Foto: Divulgação

Ned deu entrada no Hospital Regional de Cotia, na Grande São Paulo, na tarde deste sábado (4). À noite, seu estado era considerado grave.

Siga o iG Cultura no Twitter

Diabético, em 2003 o cantor sofreu um acidente vascular cerebral que o deixou com alguns problemas de comunicação e saúde. Atualmente, vivia em uma residência assistida em São Paulo, recebendo cuidados especiais.

Reprodução
O cantor Nelson Ned

Sucesso principalmente nos anos 1960, o músico é o autor de "Tudo Passará", canção regravada mais de 40 vezes.

Ned nasceu em Ubá, Minas Gerais, no dia 2 de março de 1947. Começou a carreira nos anos 1960, alcançando popularidade tanto no Brasil quanto na América Latina com repertório romântico. Nos anos 1990, passou a cantar músicas religiosas.

Como compositor, teve canções suas gravadas por artistas como Moacyr Franco e Agnaldo Timóteo, entre outros.

Em 1996 lançou a biografia "O Pequeno Gigante da Canção", fazendo referência ao fato de ser anão e medir 1,12 metro.

Leia tudo sobre: nelson nedmorte de nelson nedmúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas