Morre o jazzista Yusef Lateef aos 93 anos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Saxofonista norte-americano morreu na segunda (23) e foi pioneiro na mistura de world music com o jazz tradicional

Divulgação
Yusef Lateef

Aos 93 anos, morreu nesta segunda-feira (23) o saxofonista Yusef Lateef, nos Estados Unidos. A causa da morte, que aconteceu em sua casa, ainda não foi revelada. O jazzista foi um dos pioneiros na mistura de world music com a vertente tradicional do jazz.

O saxofonista Sonny Rollins emitiu um comunicado, no qual fala sobre o quanto Lateef era "uma presença". "Não só era um grande amigo, também um modelo de vida", disse. O músico deixa a mulher, Ayesha, filhos e bisnetos.

Carreira

Lateef também tocava flauta, oboé e fagote. Alguns de seus trabalhos mais famosos são "Love theme for Spartacus" e "Morning". O saxofonista chegou a ganhar um Grammy, em 1987, pelo disco "Yusef Lateef's Little Symphony".

O músico se converteu ao islã em 1948. O começo de sua carreira se deu em Detroit, onde foi criado, nos anos de 1950. Quando se mudou para Nova York, nos anos 1960, trabalhou com o baixista Charles Mingus e o saxofonista Cannonball Adderley.

Seguiu pela vida acadêmica, nos anos 1970, em estudos na Manhattan School of Music, mudando-se posteriormente para Massachusetts, onde fez um doutorado e começou a lecionar na Universidade de Amherst.

Reconhecido por seu talento e dedicação, foi premiado, em 2010, com o National Endowment for the Arts Jazz Master, título de elevada importância entre os nomes do jazz nos Estados Unidos.

Leia tudo sobre: yusef lateefmúsicajazzmorte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas