"'Garota de Ipanema' é batida, mas é linda", diz filha de Vinicius de Moraes

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

No ano do centenário do poetinha, Georgiana de Moraes conversa com o iG sobre tributo ao pai

Filha caçula de Vinicius de Moraes, Georgiana se reuniu com a cantora Miúcha para pensar em quais artistas convidaria para homenagear o pai. A seleção acabou incluindo experientes e novos cantores, que participam do disco "A Vida Tem Sempre Razão", lançado no ano em que o poetinha completaria 100 anos.

Saiba tudo sobre Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes, o poetinha. Foto: AEO escritor, compositor e músico Vinicius de Moraes completaria 100 anos neste sábado (19). Foto: DivulgaçãoVinicius de Moraes e Helô Pinheiro. Foto: DivulgaçãoO poeta Vinicius de Moraes. Foto: DivulgaçãoVinicius e a filha, Georgiana de Moraes. Foto: DivulgaçãoVinícius de Moraes (1913 ¿1980). Principais obras: Poemas, sonetos e baladas (1946) e Livro de sonetos (1957). Modernismo. Foto: ReproduçãoTom Jobim e Vinicius de Moraes. Foto: Divulgação

"A música 'Garota de Ipanema' nao poderia ser mais batida, mas acho que ela ainda é linda. Quando algo é bonito, fica atemporal", conta a filha do artista ao iG. Na homenagem, foi o cantor Emílio Santiago, morto em março de 2013, quem deu voz à música mais internacional composta por Vinicius de Moraes e Tom Jobim. A produção do tributo foi feita por José Milton.

Siga o iG Cultura no Twitter

Além de Emílio, Zeca Pagodinho canta "Chega de Saudade", Ana Carolina interpreta "Eu Sei Que Vou te Amar" e Seu Jorge empresta sua voz ao afro-samba "Canto de Ossanha". "É bom ter a oportunidade de ouvir como as pessoas que não são do universo de Vinicius interpretam a música dele", explica a caçula do poetinha.

Georgiana acabou cantando uma música do disco, "Cartão de Visita", samba pouco conhecido composto por Vinicius e Carlinhos Lyra, em 1964. "Tenho cantado em shows de homenagens ao meu pai e fui melhorando, ficando mais à vontade. No início era meio sofrido, mas tem tanto a ver com a minha vida que passei a estudar mais e estou curtindo fazer."

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas