Gravadora lança material raro dos Beatles para garantir direitos autorais

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Material inédito do início da carreira foi colocado à venda nesta terça-feira; lançamento foi visto como manobra para impedir que canções virassem domínio público

BBC

Gravações inéditas do início da carreira dos Beatles foram lançadas nesta terça-feira apenas no iTunes, a loja de música digital da Apple. Mas nem todos os fãs estão comemorando, visto que as 59 músicas foram disponibilizadas agora justamente como uma manobra para impedir que elas virassem domínio público.

A legislação de direitos autorais na União Europeia (UE) protege a obra por 70 anos, se ela tiver sido lançada oficialmente, ou 50 anos, se não houve um lançamento oficial – como é o caso.

Assim, como as gravações dos Beatles em questão (feitas em 1963) completam 50 anos, a gravadora Apple records resolveu lançá-las no iTunes para evitar que pudessem ser usadas sem o pagamento de direitos autorais.

Famosa briga de travesseiros dos Beatles no hotel George V, em Paris, imagem favorita do fotógrafo Harry Benson. Foto: Divulgação/Harry BensonCassius Clay nocateia os Beatles em Miami, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonPaul McCartney fazendo a barba, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonJohn Lennon em 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonBeatles nos bastidores do show no Shea Stadium, em Nova York, 1966. Foto: Divulgação/Harry BensonGeorge Harrison em Copenhague, Dinamarca, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonBeatles brincam com  estátua de Napoleão, Paris, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonBeatles compõem em Paris, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonMuhammad Ali, o boxeador Cassius Clay, em Miami, 1964, com Ringo Starr no colo. Foto: Divulgação/Harry BensonBeatlemania em 1966. Foto: Divulgação/Harry BensonJohn Lennon em Chicago, 1966, depois de se desculpar na imprensa por dizer que os Beatles eram mais famosos que Jesus. Foto: Divulgação/Harry BensonJohn fotografa George Harrison e Cynthia Lennon dentro de uma avião, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonJohn Lennon de pé durante coletiva de imprensa com os Beatles em Memphis, 1966. Foto: Divulgação/Harry BensonOs Beatles em Copenhague, Dinamarca, 1964; o baterista Jimmie Nicol, à esquerda, substituiu brevemente Ringo, que estava com amidalite. Foto: Divulgação/Harry BensonDesembarque no aeroporto JFK, Nova York, 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonA lendária performance no programa de TV 'The Ed Sullivan Show', vista por 75 milhões de telespectadores em 1964. Foto: Divulgação/Harry BensonGeorge Harrison. Foto: Divulgação/Harry BensonOs Beatles na praia. Foto: Divulgação/Harry BensonPaul McCartney toma café no trem. Foto: Divulgação/Harry BensonBeatles. Foto: Divulgação/Harry Benson

No entanto, o pacote de discos foi, aparentemente, lançado e em seguida removido de lojas virtuais de alguns países, provocando especulações de que ele foi disponibilizado rapidamente apenas para prolongar o período coberto pelos direitos autorais.

Siga o iG Cultura no Twitter

Fãs postaram imagens da coleção na lançada no iTunes da Nova Zelândia, além de links que depois se tornaram inválidos. O mesmo teria acontecido na Austrália, Rússia e Arábia Saudita – apesar de as leis da UE não serem válidas nesses países.

No entanto, o álbum completo apareceu no iTunes britânico por volta das 14h do horário local (12h no horário de Brasília) e, segundo a BBC apurou, as músicas ficarão disponíveis "por tempo indefinido".

'She Loves You'

Entre o material inédito estão versões alternativas de músicas como "She Loves You", "From Me To You" e "Roll Over Beethoven", além de apresentações feitas nos estúdios da BBC.

Getty Images
Material inédito dos Beatles foi lançado nesta terça-feira

Há ainda três tentativas de performance de "There’s a Place" e demos de duas músicas que o grupo deu para outros artistas: a versão acústica de "Bad to Me", de Paul McCartney e John Lennon, e "I’m in Love", com Lennon no piano.

Se a gravadora dos Beatles optasse por não lançar as gravações até o fim deste ano, outras empresas poderiam fazê-lo e lucrar com isso em 2014.

O single de estreia da banda, "Love Me Do", de 1962, acabou saindo da lei de proteção de direitos autorais no ano passado e uma gravadora lançou uma versão "remasterizada" da música – que depois foi apagada da loja online.

Não é a primeira vez que uma banda lança material raro na tentativa de mantê-lo mais tempo sob controle. A gravadora de Bob Dylan se apressou para lançar, no ano passado, 100 cópias de um álbum contendo performances feitas em programas de TV e várias versões da música "Blowin' in the Wind", entre outras.

Leia tudo sobre: beatlesmúsicaapple records

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas