Exame revela a causa da morte do ator, que sofreu um acidente de carro no último sábado (30); Walker era estrela da franquia de filmes "Velozes e Furiosos"

O ator Paul Walker morreu em decorrência dos ferimentos e das "lesões traumáticas e térmicas" causadas pelo acidente de carro que sofreu no último sábado (30).

Com o impacto da batida em um poste, o Porsche em que ele e o amigo estavam pegou fogo. O site TMZ divulgou na tarde desta quarta (4) o resultado da autópsia.

Siga o iG Cultura no Twitter

De acordo com o departamento de polícia de Los Angeles, os exames revelam que o ator não morreu com o impacto do acidente, mas que seu corpo foi carbonizado até o óbito. Já Roger Rodas, que estava ao volante, morreu por causa das várias lesões traumáticas geradas pela batida.

Leia mais:
Paul Walker, ator da série de filmes "Velozes e Furiosos", morre aos 40 anos
Vídeo mostra carro de Paul Walker em chamas logo após acidente fatal
Músico RZA, do grupo Wu-Tang Clan, faz canção em homenagem a Paul Walker

Paul Walker
Divulgação
Paul Walker

Ainda estão faltando os exames toxicológicos, que serão divulgados em um prazo de oito semanas. O reconhecimento dos corpos se deu pelo registro das arcadas dentárias das duas vítimas.

De acordo com a polícia americana, foi descartada a hipótese de que o veículo de Walker estivesse participando de um racha no momento do acidente.

Atualmente, Walker estava trabalhando no sétimo filme da franquia "Velozes e Furiosos". O ator também participou dos filmes "Perseguição - A Estrada da Morte", "No Rastro da Bala" e "Resgate Abaixo de Zero". Walker deixa a filha Meadow Rain, de 15 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.