Cantor da banda Lostprophets se declara culpado de ter abusado de bebê de 1 ano

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Músico galês de 36 anos admitiu o envolvimento em 11 acusações referentes a crimes sexuais

O galês Ian Watkins, vocalista da banda de rock Lostprophets, declarou-se culpado de 11 acusações envolvendo abusos sexuais, incluindo uma tentativa de estupro de um bebê de um ano.

Getty Images
Ian Watkins em show do Lostprophets no V Festival em 2011

Watkins havia sido detido em dezembro de 2012, acusado de crimes de pedofilia. Ele alegou inocência à época, mas mudou suas declarações durante um julgamento nesta terça-feira (26) em Cardiff, capital do País de Gales.

Entre os crimes admitidos pelo cantor, estão uma tentativa de estupro de um bebê e o incentivo a uma mãe para que abusasse de seus filhos durante uma conversa em videochat.

Durante a sessão, o júri foi avisado pela promotoria que teria que examinar várias imagens perturbadoras. Então o músicou mudou seu depoimento.

O vocalista admitiu ainda possuir material de pornografia infantil. Watkins justificou os atos dizendo que não sabia o que fazia por estar sob efeito de drogas. Duas mulheres cuja identidade não foi revelada também admitiram culpa.

A sentença deve ser anunciada em dezembro.

Formado em 1997, o Lostprophets fez sucesso nos anos 2000, e chegou a vender 3,5 milhões de cópias de cinco discos. O grupo foi extinto após as acusações a Watkins.

Leia tudo sobre: lostprophetsmúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas