Evento aconteceu no terraço do Lincoln Center, em Nova York; cantor morreu em decorrência de doença hepática

Reuters

Centenas de fãs se reuniram na quinta-feira (dia 14) em Nova York em uma homenagem ao roqueiro Lou Reed, vocalista da banda dos anos 1960 "The Velvet Underground" que morreu no mês passado de doença hepática, aos 71 anos .

Laurie Anderson (de gorro cinza), mulher de Lou Reed, conversa com fãs do cantor durante homenagem
Getty Images
Laurie Anderson (de gorro cinza), mulher de Lou Reed, conversa com fãs do cantor durante homenagem

Assim que a música soou nos alto-falantes na homenagem ao ar livre no terraço do Lincoln Center for the Performing Arts, os fãs dançaram, se sentaram e ouviram as canções de Reed, enquanto a mulher dele, a artista performática Laurie Anderson, cumprimentava amigos e simpatizantes.

"Eu amo Lou Reed. Eu sempre senti que ele era um gênio e sempre será", disse Janet Baletti, de 66 anos, uma fã há 40 anos que viajou com um amigo de Weehawken, Nova Jersey, para a homenagem. "Ele tinha uma bela aura."

Reed, que morreu em 27 de outubro, meses após um transplante de fígado, compôs músicas que eram uma forma de poesia provocante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.