"Antes de Elvis não havia nada", diz diretor musical que trabalhou com o cantor

Por Susan Souza , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Diretor artístico Jor Guercio fala ao iG sobre os tempos em que trabalhou com Elvis Presley e os shows em homenagem ao cantor que serão mostrados no Brasil

Divulgação
Elvis Presley

"Elvis Presley era um performer de muita energia", relembra ao iG o diretor musical Joe Guercio, que trabalhava para o Rei do Rock. Atualmente, Guercio excursiona com uma versão adaptada do cantor, que é trazido em projeções, no espetáculo "Elvis in Concert", em turnê desde 1997.

Siga o iG Cultura no Twitter

O espetáculo veio ao Brasil em 2012. Este ano, a turnê passa por Brasília (17/10, Arena Brasília), Belo Horizonte (19/10, Mineirinho), Rio de Janeiro (20/10, Maracanãzinho), Olinda (23/10, Chevrolet Hall), São Paulo (25 e 26/10, Ginásio do Ibirapuera), Curitiba (30/10, Expo Unimed) e Porto Alegre (31/10, Gigantinho).

Divulgação
Elvis Presley

Na equipe de "Elvis in Concert", são 16 músicos no palco, sendo alguns ex-integrantes da banda que acompanhava Elvis, como o guitarrista James Burton. A primeira reunião foi em 1997, ano em que a morte do cantor completou duas décadas."Quando começamos o ensaio foi como fechar a última noite de show, todos se lembravam de tudo, foi muito emocionante", contou Guercio.

Adaptado para os tempos modernos, o tributo conta com a tecnologia de um grande telão de led que reproduz imagens em alta qualidade de Elvis em tempos áureos, além de ter o som de sua voz separado e remasterizado. Os instrumentos são tocados ao vivo para acompanhar a performance do lendário vocalista.

Será que Elvis, hoje em dia, apreciaria o rumo que o rock and roll tomou? Joe Guercio acredita que "é possivel que sim". "Algumas coisas continuam boas, acho que ele gostaria. Elvis amava grandes canções, tinha esse feeling por elas", diz o diretor que acompanhou a voz grave e aveludada do cantor de Mississippi bem de perto.

"Elvis fez fãs com seus shows, antes dele não havia nada", disse referindo-se ao conceito de fanatismo que o cantor ajudou a consolidar nos anos 1950. O espetáculo "Elvis in Concert" promete ser uma chance para reviver o clima caloroso das apresentações do Rei do Rock, ainda que em forma de homenagem.

Informações sobre os ingressos no site da Ingresso Rápido para todos os shows exceto Curitiba, que tem suas entradas vendidas pelo site Disk Ingressos.

Leia tudo sobre: elvis presleyelvis in concertshowmúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas