Músico libanês de 92 anos era conhecido como "o Frank Sinatra do Oriente Médio"

O músico Wadih Safi, em foto de 2010
AP
O músico Wadih Safi, em foto de 2010

O músico libanês Wadih al-Safi, conhecido como "a voz do Líbano" e "o Frank Sinatra do Oriente Médio", morreu na sexta-feira (11), aos 92 anos. A causa da morte não foi divulgada.

Siga o iG Cultura no Twitter

Al-Safi liderou o movimento que fez a música libanesa ganhar popularidade em toda a região. Ele ganhou fama no fim da década de 1930, quando ganhou um concurso de canto no Líbano.

Com um catálogo de cerca de 3 mil canções, Al-Safi ajudou a criar uma forma moderna de música folclórica no Líbano.

De acordo com o analista da BBC, Sebastian Usher, "sua música clássica e imponente deu orgulho aos libaneses no momento em que o país perigava se dividir durante a guerra civil."

O escritório do presidente do Líbano, Michel Suleiman, descreveu a morte de Safi como "uma enorme perda para a música folclórica do Líbano".

Com BBC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.