Oscar Castro Neves, precursor da bossa nova, morre aos 73 anos

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O músico carioca ajudou a popularizar o gênero no exterior durante os anos 1950. O artista faleceu nesta sexta-feira (27) em decorrência de um câncer

Divulgação
O músico Oscar Castro Neves morreu vítima de câncer

O músico Oscar Castro Neves, um dos pais da bossa nova, morreu nesta sexta-feira (27), em Los Angeles, nos Estados Unidos. O artista, que ajudou a popularizar o gênero musical no exterior durante os anos 1950, lutava há alguns meses contra um câncer. 

A doença se alojou, inicialmente, no estômago de Castro Neves, mas passou por uma metástase atingindo o fígado e outros órgãos. 

Nascido no Rio de Janeiro, o músico ficou conhecido por sua habilidade como compositor e violonista, além das músicas que fez junto com os irmãos na banda Irmãos Castro Neves. Ao lado de Tom Jobim, ele participou do histórico show de bossa nova Carnegie Hall, em Nova York, em 1962. 

Morando nos EUA desde a lendária apresentação, Castro Neves fez turnê com artistas americanos como Dizzy Gillespie e com o trio Lalo Schifrin, além de ter gravado com Quincy Jones, Ella Fitzgerald e Michael Jackson. Em Los Angeles, participou da produção da trilha sonora de "Mudança de Hábito 2" (1993) e "LA Story" (1991). 

Leia tudo sobre: bossa novamúsicaoscar castro neves

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas