Bruce Springsteen reúne fãs de diferentes gerações em show em São Paulo

Por Luís Araújo , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Crianças segurando cartazes coloridos se misturavam com admiradores de longa data do músico norte-americano

Restava ainda cerca de uma hora para Bruce Springsteen subir ao palco do Espaço das Américas, em São Paulo. Enquanto a maioria das pessoas ainda se deslocava em busca da melhor posição para assistir ao show ou para comprar bebida, duas garotas estavam sentadas no chão e não prestavam atenção em nada do que acontecia em volta. Concentradas, terminavam de colorir cartazes que fizeram para mostrar ao músico norte-americano.

Crítica: O rock está vivo e se chama Bruce Springsteen


Luís Araújo
Fãs de Bruce Springsteen em show em São Paulo

Uma das garotas tem 13 anos. A outra, dez. A cena que protagonizaram ilustra o quanto o trabalho de Springsteen se mantém atual para as mais diferentes gerações, capaz de atingir pessoas de todas as idades.

“Nossa casa é tipo um fã-clube dele”, disse o pai das duas meninas, o advogado Daniel Zilberman, de 46 anos. “Elas viram vídeos e sabem dessa tradição dele de recolher cartazes com pedidos de músicas. Então, quiseram fazer o delas também e já vieram preparadas para isso. Trouxeram o papel e a caneta.”

Show de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoShow de Bruce Springsteen no Espaço das Américas, em São Paulo. Foto: Divulgação

De acordo com Zilberman, a relação das filhas com Springsteen teve início por causa dele, mas as coisas aconteceram naturalmente depois de um certo ponto. “Tem a ver com as crianças terem a chance de ouvir a música. Eu nunca coloquei só canções infantis para elas. As meninas acabam ouvindo o que eu ouço. Aí, as coisas que elas gostam mais, elas ouvem mais vezes. Colocam as músicas no MP3 e tudo o mais.”

A história sobre a admiração por Springsteen aconteceu de maneira semelhante na família Evandro Carlos Canton. O radialista de 41 anos revelou ter virado fã em 1985 por causa do sucesso do álbum "Born in the USA", lançado no ano anterior. “Acho que isso é passado a partir do pai, que mostra essas músicas para o filho e o faz gostar”, disse. “Meus dois filhos não puderam vir, mas eles conhecem e gostam”, completou.

Siga o iG Cultura no Twitter

Bruce Springsteen havia se apresentado pela última vez no Brasil em 1988. Naquela época, o funcionário público Lucas Alberto ainda estava chegando ao mundo. Aos 25 anos, demonstrava ansiedade para ver de perto o artista do qual disse ser fã por um motivo especial.

“Eu gosto muito das letras. Embora sejam antigas, elas não perdem a essência, não ficam fora de contexto. Sempre dá para tirar alguma coisa”, declarou Alberto, que também identificou representantes das mais variadas gerações misturados na multidão para acompanhar o desempenho ao vivo de Springsteen.

“Eu estou muito contente. Fiquei muito feliz por ele ter vindo pra São Paulo e não precisar ir ao Rio de Janeiro. E o legal é que tem um público aqui muito diferenciado. Famílias inteiras vieram aqui hoje”, completou.

Depois de se apresentar em São Paulo, Springsteen completa sua passagem pelo Brasil no sábado (21). Ele tocará depois de John Mayer no Rock in Rio e será o responsável por encerrar a penúltima noite do festival. Reunirá, mais uma vez, fãs de diferentes gerações.

"Nós estaremos lá", disse Zilberman, referindo-se a ele e às filhas.

Leia tudo sobre: bruce springsteenmúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas