Seleção do iG tem 16 roqueiros acima dos 60, como Mick Jagger, Eric Clapton e David Bowie; escolha seu preferido

Conhecido tanto pelo trabalho como vocalista do Led Zeppelin como pela carreira solo, Robert Plant comemora 65 anos nesta terça (20). O músico, que já se apresentava em pubs e bares com apenas 16 anos, continua em plena atividade - sua mais recente apresentação no Brasil aconteceu em 2012 .

Filho de um engenheiro civil e de uma cigana, Robert Anthony Plant se destacou ao entrar para o grupo Band of Joy, em 1967. Apesar de não alcançar o sucesso comercial com a banda, foi com ela que o músico britânico ganhou maior visibilidade.

Leia mais: Robert Plant reconstrói músicas do Led Zeppelin em SP

Em 1968, o guitarrista Jimmy Page estava em busca de uma nova banda. Ao lado do baixista e tecladista John Paul Jones, eles procuravam por um vocalista. Terry Reid, que era a primeira opção, recusou e indicou Plant para o cargo. O músico entrou para o grupo ao lado do baterista John Bonham (também do Band of Joy) e, em 1969, o Led Zeppelin lançava o primeiro disco.

Siga o iG Cultura no Twitter

A banda logo mostrou que Robert Plant era um vocalista de talento enorme. Sua energia no palco, assim como os agudos poderosos, influenciaram grandes nomes da música, como Freddie Mercury e Axl Rose. O grupo se separou em 1980, depois da morte de John Bonham.

Robert Plant então partiu em carreira solo. Lançou clássicos como "In the Mood" e "Tall Cool One" - além de formar parcerias, como a com Jimmy Page no disco "Unledded".

O Led Zeppelin se reuniu apenas mais uma vez, em 2007, com Jason Bonham substituindo o pai. Apesar dos rumores, nenhum outro show foi marcado ou confirmado.

Aos 65 anos, Robert Plant faz parte de um seleto grupo de "vovôs do rock" - conhecidíssimos músicos veteranos que ainda estão em atividade. O iG selecionou 16 roqueiros acima dos 60 anos; vote no seu favorito.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.