Estrelas do forró farão homenagem a Dominguinhos no Recife

Por Marília Neves , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Para Flávio José, show marcado antes da morte do cantor deveria ser adiado: "Não sei com que clima vamos tocar"

Um tributo ao cantor pernambucano Dominguinhos, que morreu na terça-feira (23) aos 72 anos, será realizado nesta quinta (25) no Recife. O show, que já estava programado para acontecer antes da morte do sanfoneiro, vai reunir diversas estrelas do forró, que cantarão cerca de cinco músicas em homenagem ao artista.

Leia também: Corpo do cantor Dominguinhos é velado no Recife

O músico Dominguinhos em cena do filme 'O Milagre de Santa Luzia'. Foto: DivulgaçãoO músico Dominguinhos. Foto: DivulgaçãoDominguinhos em cena de 'O Milagre de Santa Luzia'. Foto: DivulgaçãoDominguinhos e Gilberto Gil no Prêmio Shell de 2010. Foto: AgNewsDominguinhos, o rei da sanfona. Foto: ReproduçãoDominguinhos em 'O Milagre de Santa Luzia'. Foto: DivulgaçãoPaula Fernandes e Dominguinhos em 2010. Foto: Luciano TrevisanShow em Campina Grande. Foto: DivulgaçãoShow em Campina Grande, em 2012. Foto: Divulgação

Flávio José, amigo de Dominguinhos, é um dos que farão parte do evento, embora discorde da festa neste momento.

"Na minha opinião, não era para acontecer, tinha que adiar. Não sei com que clima a gente vai tocar. Está na mão de Deus. Se acontecer tá bom, se não acontecer, acho até melhor, porque não é o momento. É um momento de tristeza, reflexão. Não só da gente, artistas, que éramos muito ligados a ele, mas também do próprio público", declarou o cantor, que participou da gravação do DVD de Dorgival Dantas na noite desta quarta-feira (24), em Fortaleza (CE).

Leia também: Morre Dominguinhos, o "rei da sanfona"

Fred Pontes / Divulgação
Flávio José e Dorgival Dantas durante show em Fortaleza (CE)

Antes de subir ao palco, José relembrou quando conheceu Dominguinhos. "Meu primeiro contato com ele foi em 1979, na ocasião, em uma casa de shows que tinha na Praça do Carmo, em Olinda. De lá para cá a gente fechou uma amizade muito bonita", contou o cantor, visivelmente abatido.

"Eu diria hoje que estou com a sensação de estar órfão de pai. Dominguinhos sempre foi um exemplo de tudo. A gente se espelhava no comportamento dele, porque era exemplo. E a gente perde, eu diria que, o maior músico do mundo".

Leia mais: Artistas lamentam a morte de Dominguinhos

Dominguinhos foi internado em 17 de dezembro, no Hospital Santa Joana, no Recife, com quadro de infecção respiratória e arritmia cardíaca. Em 13 de janeiro, foi transferido para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde o tratamento passou a ser liderado pelo oncologista que o acompanhava havia seis anos, desde que recebeu o diagnóstico de tumor pulmonar. Ele morreu em decorrência de complicações infecciosas e cardíacas.

Leia tudo sobre: dominguinhosflávio josémúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas