Banda Porcas Borboletas faz música com poema de Paulo Leminski; ouça

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Grupo fala sobre o personagem central do novo álbum e como a poesia de Leminski virou uma canção

Paulo Bitencourt/Divulgação
A banda Porcas Borboletas







Com 14 anos de carreira, a banda mineira Porcas Borboletas, fundada na cidade de Uberlândia, lança seu terceiro disco de forma independente. Batizado com o nome do grupo, foi gravado "sem incentivo, na raça", com produção da própria banda para "cortar os custos". "Foi suado, precisava entrar um cachê para pagar o estúdio, mas saiu do jeito que a gente queria", conta Enzo Banzo, violão e voz do grupo, em entrevista ao iG. Como diferencial, o trabalho traz um poema musicado do curitibano Paulo Leminksi.

Siga o iG Cultura no Twitter

A concepção do terceiro disco do Porcas Borboletas parte da visão de uma espécie de personagem-central das músicas. "É um cara meio doidão diante do espetáculo da vida, contemplativo, divertido, irônico em alguns momentos, desiludido em outros", explica. "É sempre um cara perplexo diante da vida e as músicas são respostas frente à essa perplexidade e tem a ver com nossas experiências."

Leminski musicado

Na dedicatória do livro "Caprichos e Relaxos", compilação de poesias de Paulo Leminksi, foi dado o recado pelo autor: "Aqui, poemas para lerem, em silêncio, o olho, o coração e a inteligência. Poemas para dizer, em voz alta. E poemas, letras, lyrics, para cantar. Quais, quais, é com você, parceiro".

Enzo assimilou que "Only Life" viraria uma música, mas esse processo teria sido natural: "Simplesmente estava lendo o livro, que eu sempre visito, e quando bati o olho nesse poema veio a melodia na minha cabeça. Quando vem (a melodia) eu não nego fogo, não. Peguei o violão e mostrei (para a banda)". Em seguida, o grupo conseguiu autorização da tradutora Alice Ruiz, que era mulher de Leminski, para gravar a versão musicada do poema.

"O Leminski é reverenciado desde muito tempo, tanto quanto poeta como cancionista é uma referência direta", conta Enzo, explicando que a música foi feita há mais de um ano, antes da antologia do poeta, morto há 24 anos, tornar-se um best seller, superando até mesmo a trilogia "50 Tons de Cinza".

Ouça abaixo a música "Only Life":

Perguntado sobre a reação atual da classe artística em relação ao protestos intensos que tomaram o País, Enzo diz: "O artista, como qualquer cidadão, tem de estar a par e participativo em qualquer processo. Hoje, com a internet, todo mundo tem seu site pessoal e acho que o artista continua participando do mesmo jeito, mas não precisa mais ser um artista para ter voz", analisa. "Com Twitter e Facebook, a coisa está mais horizontal."

Leia tudo sobre: Porcas BorboletaspoemaLeminski

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas