Só Pra Contrariar comemora 25 anos de carreira e divulga Gloria Estefan em DVD

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Com desenvoltura, grupo toca hits e homenageia colegas nesta quinta-feira (4), em São Paulo; DVD será gravado em agosto com a presença da cantora cubana

Só Pra Contrariar comemorar 25 anos de carreira com show em São Paulo. Foto: AgNewsSó Pra Contrariar comemorar 25 anos de carreira com show em São Paulo. Foto: AgNews'Só Pra Contrariar' comemora 25 anos de carreira com show em São Paulo. Foto: AgNews'Só Pra Contrariar' comemora 25 anos de carreira com show em São Paulo. Foto: AgNews'Só Pra Contrariar' comemora 25 anos de carreira com show em São Paulo. Foto: AgNews'Só Pra Contrariar' comemora 25 anos de carreira com show em São Paulo. Foto: AgNews

Com precisão, a apresentação do grupo mineiro Só Pra Contrariar, que aconteceu nesta quinta-feira (4) em São Paulo, no Credicard Hall, mostrou como funciona uma big band de pagode. São 16 músicos com instrumentos de corda, percussão e metais que mostram preparo e entrosamento para formatar a turnê comemorativa de seus 25 anos de carreira.

Siga o iG Cultura no Twitter

Alexandre Pires e equipe jogam juntos e ensaiados, mas nem por isso engessados. Ao longo do show, revivem uma cartela de hits próprios e homenagens a bandas como Raça Negra, Negritude Júnior, Katinguelê e Molejo, representantes do pagode divulgado massivamente nos anos 1990 e 2000 ao lado do SPC e tantos outros grupos.

Um destaque do show vai para as junções impecáveis de hits de pagode romântico popularizados pelo grupo, que se mesclavam de modo quase imperceptível para mostrar os vários momentos da carreira da banda mineira, em atividade desde 1989.

AgNews
'Só Pra Contrariar' comemora 25 anos de carreira com show em São Paulo

Em 9 de agosto de 2013, o SPC gravará um DVD comemorativo. O show será realizado em Porto Alegre com uma novidade anunciada nesta quinta (4): a participação da cantora cubana Gloria Estefan.

Brincalhão, o vocalista Alexandre Pires, que na quarta-feira (3) esteve em Brasília para acompanhar a votação no Senado Federal sobre as gestões do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de direitos autorais), não comentou, em nenhum momento, a primeira vitória dos artistas.

O show desta quinta (4), primeiro de uma trinca de shows da volta da turnê comemorativa a São Paulo (eles tocam nesta sexta, 5, e sábado, 6, no mesmo local), foi aberto com "O Samba não tem Fronteiras", faixa-título do terceiro disco do SPC, lançado em 1995.

Todos os singles do disco "Que se Chama Amor" (1993), trabalho de estreia do grupo, como "A Barata", "Domingo", "Outdoor" e a faixa-título estiveram no setlist. Ainda que os ingressos tivessem sido vendidos para mesas, parte do público se levantou na metade do show em diante para tentar sambar entre as cadeiras.

Mais hits dos anos 1990 foram tocados, como "Essa Tal Liberdade", "Tão Só", "Dói Demais", a aclamada "Depois do Prazer", cantada com empolgação, "Mineirinho", "Interfone", "Sai da Minha Aba" e "Machuca Demais", entre outras. Dos anos 2000, "Você Virou Saudade" e "Minha Fantasia" se destacaram.

O setlist ainda teve "Maluca Pirada", "Sissi" e "Eu sou o Samba", músicas da carreira solo de Alexandre Pires, e a inédita do grupo, "Ao Som do SPC".

Leia tudo sobre: Só Pra ContrariarpagodesambamúsicashowigspSPC25 anos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas