Overdose matou rapper Chris Kelly, ex-Kriss Kross, dizem autoridades

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Cantor, que ficou conhecido nos anos 1990 ao participar de dupla adolescente, morreu em maio, aos 34 anos; a droga usada ainda não foi identificada

Reuters

Chris "Mac Daddy" Kelly, que participou na década de 1990 da dupla adolescente de rappers Kris Kross, morreu por causa de uma overdose, segundo laudos toxicológicos divulgados na terça-feira (2). O músico morreu em maio, aos 34 anos.

O rapper Chris Kelly morreu aos 34 anos por overdose de drogas. Foto: Jonathan Phillips/REUTERS/NewscomChris Kelly (dir.) foi integrante da dupla Kriss Kross, sucesso dos anos 1990. Foto: DivulgaçãoChris Kelly (dir.) e Chris Smith em show de reencontro, em 2013; uma das músicas mais famosas da banda foi 'Jump'. Foto: Jonathan Phillips/REUTERS/NewscomChris Kelly. Foto: Divulgação

Mary Beth Hauptle, investigadora do departamento médico-legal do condado Fulton, em Atlanta, entregou os resultados dos exames, mas não identificou a droga que ele usou.

Siga o iG Cultura no Twitter

Um amigo disse à polícia que Kelly misturou heroína e cocaína na noite em que foi achado inconsciente na sua casa, segundo boletim de ocorrência. Ele morreu três horas depois, no hospital. Desde o começo da investigação, a polícia já trabalhava com a hipótese de overdose.

Kelly usava o nome artístico de "Mac Daddy" na época do Kriss Kross, em parceria com Chris Smith, o "Daddy Mac". Em 1992, quando os dois músicos tinham 13 anos, eles lideraram as paradas musicais dos EUA com o single "Jump".

Leia tudo sobre: chris kellykriss krossoverdosemorte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas