Stevie Wonder cantará para negociadores de tratado de cegos

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Apresentação acontecerá nesta sexta-feira em Marrakesh, no Marrocos

Reuters

O cantor norte-americano Stevie Wonder fará um show em Marrakesh, no Marrocos, na sexta-feira (dia 28), honrando sua promessa de tocar se os negociadores concluíssem um tratado internacional aumentando o acesso a livros para os cegos e as pessoas visualmente deficientes no mundo todo.

Leia mais: Stevie Wonder toca com os filhos no Rio de Janeiro

Gilberto Gil e Stevie Wonder fazem dueto. Foto: AgNewsGilberto Gil e Stevie Wonder fazem show histórico. Foto: AgNewsStevie Wonder esbanjou simpatia no show. Foto: AgNewsGilberto Gil canta para o público na praia de Copacabana. Foto: AgNewsStevie Wonder sobe ao palco ao lado da filha Aisha. Foto: AgNewsStevie Wonder sorri para o público carioca. Foto: AgNewsPreta Gil fez participação no show e cantou ao lado do pai. Foto: Photo Rio NewsPreta Gil dá selinho em Gilberto Gil durante a apresentação. Foto: Photo Rio News

A estrela de "Isn't She Lovely", cega de nascença, fez um lobby duro pelo pacto aprovado na quinta-feira por mais de 600 negociadores de 186 países, disse a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (WIPO) em um comunicado.

"Esse é um legado, um presente para as gerações futuras. Então vamos finalizar um novo acordo que abra as portas aos tesouros escritos do mundo e seguir rumo a um futuro onde não haja barreiras à expansão do conhecimento e ao desfrute da cultura", disse Wonder em um vídeo gravado e enviado para o encontro nesta semana.

O show de Wonder no Palais des Congrès, limitado aos participantes da conferência diplomática, está marcado para as 17h (horário de Brasília) de sexta-feira.

O tratado tem por objetivo superar as questões de direitos autorais que eram barreiras para melhorar o acesso a obras publicadas em formatos acessíveis, que as tornam mais fáceis para os deficientes usarem, disse a WIPO.

O pacto, conhecido como "Tratado Marrakesh", entra em vigor quando for ratificado por 20 Estados membros da agência da ONU.

Leia tudo sobre: stevie wondermúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas