Rapper faz declarações polêmicas em entrevista ao New York Times; novo disco sai na semana que vem

Kanye West
Getty Images
Kanye West

Em entrevista ao jornal "The New York Times", o rapper Kanye West se comparou a personalidades como o jogador de basquete Michael Jordan e ao fundador da Apple, Steve Jobs.

O rapper lança um novo disco, "Yeezus", na semana que vem. Mas foram as declarações pessoais que chamaram a atenção. Kanye disse sentir-se frustrado por não receber o reconhecimento que julga merecer, além de afirmar que teve certeza do momento em que "se tornaria uma grande estrela".

Siga o iG Cultura no Twitter

"Eu acho que aquilo que Kanye West quer significar é semelhante ao que Steve Jobs foi", analisa. "Eu sinceramente sinto isso porque Steve morreu, sabe. É tipo quando Biggie (o rapper Notorious B.I.G.) morreu e Jay-Z pode se tornar o Jay-Z".

O rapper Kanye West, em dezembro de 2012
Getty Images
O rapper Kanye West, em dezembro de 2012

"Estive ligado aos discos mais culturalmente importantes dos últimos quatro anos, aos artistas mais influentes dos últimos 10 anos", afirma o rapper, que tem em seu novo álbum colaborações de artistas como Daft Punk, RZA, Hudson Mohawke, Justin Vernon e Rick Rubin.

Kanye ainda falou sobre seu sentimento em relação à justiça. "Justiça poderia abrir caminho para que as pessoas sonhem corretamente. Poderia abrir caminho para torná-lo mais justo no estádio em que jogamos hoje. Sabe, se o Michael Jordan pode gritar com seus colegas, eu, Kanye West, como o Michael Jordan da música, posso ir e dizer: 'Isso é errado'."

O rapper ainda declarou que tinha certeza que seria famoso quando escreveu a letra da música "Slow Jamz", que faz referência a Michael Jackson. "Na época, existia a loja de discos Virgin e eu ia até lá só para subir as escadas rolantes e dizer a mim mesmo: 'Estou cheio desses últimos momentos de anonimato'", confessou. "Eu sabia que chegaria longe, sabia que isso ia acontecer".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.