Bon Jovi abre mão de receber cachê em show na Espanha por causa da recessão

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Veterana banda afirma que reduziu preço de ingressos para que os fãs do país pudessem ver o grupo

Reuters

A banda de rock norte-americana Bon Jovi renunciou a seu cachê para um show na Espanha, atingida pela recessão, no próximo mês para que os fãs com pouco dinheiro possam pagar pelos ingressos, disse o relações públicas da banda nesta quinta-feira (30).

A banda Bon Jovi. Foto: DivulgaçãoBon Jovi retornará ao Brasil. Foto: Getty ImagesO músico Jon Bon Jovi. Foto: Getty ImagesBon Jovi durante show em São Paulo. Foto: Luciano TrevisanO vocalista e guitarrista Jon Bon Jovi. Foto: Luciano TrevisanBon Jovi em show no estádio do Morumbi. Foto: Luciano TrevisanJon Bon Jovi em show em São Paulo. Foto: Luciano Trevisan

Os ingressos para a apresentação em 27 de junho custam de 18 a 39 euros (R$ 46 a R$ 100) cada um para cobrir os custos, disse o assessor. O concerto está esgotado. Os ingressos para a etapa de Stuttgart do show "Because We Can: The Tour" custam 77 euros em comparação.

O vocalista da banda de 51 anos, Jon Bon Jovi, disse ao jornal "El Mundo" que Madri foi inicialmente deixada de fora da lista de locais da turnê pois os organizadores temiam que os ingressos não seriam vendidos em um momento de profunda recessão e desemprego elevado.

Mas a banda decidiu fazer de qualquer maneira, para não desapontar os fãs espanhóis.

"Nós não queremos desapontar os fãs que nos apoiaram por 30 anos em um país que eu amo", disse Bon Jovi ao jornal.

Leia tudo sobre: bon jovimúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas