Cantora de 37 anos terá ainda que cumprir três meses em detenção domiciliar

A cantora norte-americana Lauryn Hill foi condenada a três meses de prisão por sonegação de imposto. A sentença foi anunciada pela Justiça dos EUA nesta segunda (6). Ela também deverá cumprir outros três meses em prisão domiciliar.

Siga o iG Cultura no Twitter

Ganhadora do Grammy, a cantora de 37 anos enfrentava processo judicial por sonegação de impostos que deveriam ser pagos por sua renda de US$ 1 milhão (aproximadamente R$ 2 milhões) entre 2005 e 2007. Ela havia se declarado culpada.

À Justiça, Hill disse que gostaria de ter pago as taxas, mas que foi impedida porque havia deixado temporariamente a indústria da música. "Eu precisava ganhar dinheiro para poder pagar as taxas sem comprometer a vida das minhas crianças, e isso me foi negado", disse a cantora.

Antes da sentença, o advogado de Hill afirmou que a cantora havia pago mais de US$ 970 mil ao governo. Não foi divulgado quando ela deverá ser presa.

No final de abril, Hill anunciou que iria lançar disco , algo que não faz desde 1998, quando saiu seu álbum de estreia, "The Miseducation of Lauryn Hill".

A cantora tornou-se mundialmente famosa nos anos 1990, quando fez parte da banda Fugees.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.