Morre Paulo Vanzolini, compositor de "Ronda" e "Volta por Cima"

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Aos 89 anos, cantor estava internado desde a última quinta-feira (25) para tratamento de pneumonia extensa

O compositor e zoólogo Paulo Vanzolini morreu na noite deste domingo (29), segundo assessoria do Hospital Israelita Albert Einsten.

O composito e zoólogo Paulo Vanzolini, que morreu no último domingo (28). Foto: (Divulgação)Show de Paulo Vanzolini na Praça da Republica. Foto: AECapa do disco 'Paulo Vanzolini Por Ele Mesmo', de 1981. Foto: DivulgaçãoPaulo Vanzolini em cena do documentário 'Um Homem de Moral', de 2009. Foto: DivulgaçãoPaulo Vanzolini em cena do documentário 'Um Homem de Moral', de 2009. Foto: DivulgaçãoO compositor e zoólogo Paulo Vanzolini. Foto: Divulgação

Ele estava internado desde a última quinta-feira (25), dia de seu aniversário de 89 anos, para tratamento de pneumonia extensa. A causa da morte ainda não foi divulgada.

O corpo de Vanzolini foi sepultado na tarde desta segunda-feira no Cemitério da Consolação, em São Paulo.

Zoologia

Nascido em São Paulo, o filho do engenheiro Carlos Alberto Vanzolini passou alguns anos de sua infância no Rio de Janeiro. Aos 18 anos foi aprovado em medicina na USP. Porém, o curso foi apenas uma porta de entrada para a zoologia, permetindo que Vanzolini fizesse doutorada em Harvard sobre o assunto.

O herpetólogo - especialista em répteis -  foi um dos idealizadores da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e colaborador do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP), ajudando principalmente a aumentar a coleção de répteis da instituição.

Vanzolini trabalhou para o Museu de Zoologia até 1993, quando teve aposentadoria compulsória, depois de três décadas no cargo. Outro destaque em sua carreira científica foi sua contribuição para o desenvolvimento da teoria dos refúgios, em conjunto com o geógrafo Aziz Ab'Sáber. A hipótese afirmava que as mudanças regulares no clima teriam ajudado a gerar mais espécies.

Recebeu, entre outras homenagens, o prêmio da Fundação Guggenheim, de Nova York, entregue em 2008 por sua colaboração para a ciência.

Siga o iG Cultura no Twitter

Como compositor, é consagrado pela autoria de clássicos da música paulistana como "Ronda", "Na Boca da Noite" e "Volta por Cima".

Vanzolini compôs várias canções que têm São Paulo como cenário, mas nenhuma é tão famosa quanto a primeira, "Ronda", composta em 1951. O ano também marcou o lançamento de seu primeiro livro de poesias, "Lira"

A música conta a  história de uma prostituta que mata seu gigolô ("cena de sangue num bar da Avenida São João") tem mais de 30 gravações. Uma das mais famosas é a de Marcia, lançada em 1977. Ouça:

O compositor, que as vezes demorava um ano para terminar suas composições, teve sua segunda música, "Volta por Cima", gravada em 1963, na voz de Noite Ilustrada. A música fez grande sucesso, e integrou a trilha sonora do filme de 1968 "O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro", de Glauber Rocha, que venceu como melhor diretor em Canner pelo filme.

Foi somente em 1981 que o compositor gravou suas próprias canções, em "Paulo Vanzolini por Ele Mesmo". Porém, ele afirmava que a música não passava de um hobby; pois sua carreira era como zoólogo.

Em 2009, Vanzolini foi tema do documentário musical "Um Homem de Moral", de Ricardo Dias. O diretor, que já havia trabalhado com o zoólogo em outras duas ocasiões - nos filmes "Os Calangos do Boiaçu" e "No Rio das Amazonas" -, mostra no filme os sambas, os amigos e a São Paulo do compositor. 

Com Agência Estado

Leia tudo sobre: paulo vanzolinimúsica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas