Aos 79 anos, Serguei é internado no Rio com complicações de anemia e artrose

Por Susan Souza , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Roqueiro está em hospital de Saquarema desde quinta (25); iG conversou com o artista, que diz se sentir "muito bem"

O carioca Serguei, considerado um dos roqueiros mais antigos do Brasil, foi internado na tarde desta quinta-feira (25) no hospital Saquarema. O cantor de 79 anos passa por tratamentos devido a uma anemia e artrose.

O quadro de saúde, segundo o hospital, é estável. O cantor conversou com o iG por volta das 19h desta quinta. Acompanhado pelo amigo Marcio Roberto Silveira, o músico deu entrada no hospital por volta de 5h. "Ele tinha insônia e não conseguia dormir. Está com anemia e não tem muita fome, teve falta de ar e uma baixa da pressão", explicou Marcio.

O cantor Serguei. Foto: Thiago Mattos / AgNewsO cantor Serguei. Foto: DivulgaçãoO cantor Serguei. Foto: Leotty Junior / AgNewsSerguei. Foto: Divulgação

Mesmo debilitado, Serguei fez questão de falar. O cantor disse que agora "está bem", mas destacou que a artrose piorou desde que participou dos ensaios para o carnaval deste ano - ele foi destaque do carro abre-alas da Mocidade Independente de Padre Miguel, em enredo que contou a história do Rock In Rio.

Há algum tempo, Marcio Silveira ajuda Serguei a cuidar da casa onde mora, que virou um ponto turístico de Saquarema conhecido como "Templo do Rock". "Nao sou enfermeiro, mas faço o que posso para ajudar."

Quando receber alta, Serguei - que completará 80 anos em novembro, planeja continuar os shows à frente da banda Pandemônio. "Vou fazer o mesmo que fazia antes", disse o roqueiro.

EUA e Janis Joplin

Serguei, nome artístico de Sérgio Augusto Bustamante, foi fortemente influenciado pelo rock desde cedo com a mudança de país. Aos 12 anos, foi morar com a avó em Long Island, Nova York, onde participou de festivais estudantis.

Ficou muito conhecido pelo breve romance que teve com a cantora Janis Joplin, nos anos 1960, que ele conheceu em seu retorno aos EUA, mesmo período em que vivenciou o lendário festival Woodstock.

Um dos roqueiros mais antigos do País, Serguei fez shows em duas edições do Rock In Rio (1991 e 2001), além de ter participado de programas de TV como "Serguei Rock Show". Musicalmente, sempre trouxe referências psicodélicas e de hard rock para seus trabalhos.

A casa onde mora em Saquarema, no Rio de Janeiro, é um ponto turístico desde que foi transformada em museu: o "Templo do Rock". Lá estão em exposição vários objetos pessoais como roupas, discos, cartazes e outros materiais da carreira do artista.

Leia tudo sobre: SergueiinternadoSaquaremaroqueiro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas