Relembre a trajetória do músico, veja imagens e vote na melhor música do grupo de Seattle

A morte de Kurt Cobain, vocalista do Nirvana e um dos maiores ídolos do grunge, completa 19 anos nesta sexta-feira (5). O corpo do músico foi encontrado em sua casa em Seattle, nos EUA, em 8 de abril de 1994.

Segundo a polícia, o artista cometeu suicídio três dias antes, com um tiro na cabeça, aos 27 anos.

Líder de uma das bandas mais representativas dos anos 1990, Kurt Donald Cobain era filho da garçonete Wendy Elizabeth e do mecânico Donald Leland Cobain. Nasceu em Aberdeen, nos EUA, e enfrentou, durante a infância, a separação dos pais.

Na adolescência, formou o Nirvana com o amigo Krist Novoselic. A banda lançou em 1989 seu primeiro disco, "Bleach", mas logo o baterista Chad Channing seria substituído por Dave Grohl.

Em nova formação, em 1991 o Nirvana lançou seu álbum mais importante, "Nevermind". Com hits como "Smells Like Teen Spirit", "Come as You Are" e "In Bloom", o disco impulsionou não apenas a carreira do grupo, mas também a de bandas como Alice in Chains, Pearl Jam e Soundgarden.

Siga o iG Cultura no Twitter

Foram, no total, três álbuns de estúdio. “In Utero”, o último trabalho, foi lançado em 1993 e já mostrava um lado menos pop e mais sombrio da banda.

O histórico de abuso de drogas, como a heroína, acompanharam a carreira de Cobain. Ele frequentou diversas clínicas de reabilitação, inclusive a Exodus Recovery Center, em Los Angeles, onde passou seus últimos dias.

Cobain fugiu da clínica e, dias depois, cometeu suicídio. Ele deixou a mulher, Courtney Love, e uma filha, Frances Bean Cobain, na época com apenas um ano.

Vote na enquete:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.