Chuva e filas atrapalham público no Lollapalooza

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Gramado do Jockey Club de SP acumula diversas poças de água; fãs demoram para retirar ingressos

Susan Souza
Fila para entrar no Lollapalooza na sexta-feira

O sol que esquentou o Lollapalooza durante o final da manhã de sexta deu lugar a uma chuva que causou diversas poças d'água e pontos enlameados pelo Jockey Club de São Paulo, no meio da tarde.

O público que chega para o evento paulistano enfrenta ainda filas na porta para entrar no local, com demora de quase duas horas para imprimir os ingressos no posto de retirada. A estudante de letras Livia Marinho saiu do Rio de Janeiro especialmente para o festival, mas ficou decepcionada com a organização - ela levou duas horas para entrar. "Queria ver o show do Of Monsters and Men, mas perdi por causa da fila".

"Informaram que era para ir ao número 1.100 do Jockey, mas de tanto andar percebi que ainda tinha muito mais. Não encontro ninguém da organização para explicar melhor", contou o administrador Marcos Cottas, que ainda precisava encontrar o final da fila, estimado por ele em mais de um quilomêtro.

Dentro do Jockey Club, as maiores filas formaram-se nos pontos-de-venda de fichas ao lado do palco Butantã (onde tocam Cake, Of Monsters and Men e Deadmau5) e próximo à entrada do público.

"Levei mais de meia hora para comprar fichas de comida e cerveja", disse ao iG Julio Ferreira Campos, 24, por volta das 15h30, que saiu de São José dos Campos (interior de SP) para assistir à banda norte-americana The Killers (que fecha a noite de sexta).

A chuva fez com que parte do gramado do Jockey Club ficasse praticamente destruída, e várias poças d'água acumulavam-se na área do público.

Pouco depois das 16h a chuva cessou e o sol voltou ao Jockey Club.


Leia tudo sobre: lollapaloozamúsicaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas