Álbum "People, Hell & Angels" traz músicas que não haviam sido lançadas pelo guitarrista

Disco que traz performances de estúdio inéditas de Jimi Hendrix, "People, Hell & Angels" entrou na segunda posição na parada dos EUA. É a melhor posição de um álbum do cultuado guitarista desde 1968.

"People, Hell & Angels" vendeu 72 mil unidades durante a semana, nos EUA. O primeiro lugar ficou com "Spring Break . . . Here to Party", do cantor country luke Bryan, que vendeu 150 mil cópias.

O disco "People, Hell & Angels" é recheado por 12 canções em performances que nunca haviam sido lançadas - embora algumas das músicas tenham aparecido em outras versões. Hendrix morreu em 1970, aos 27 anos, após uma overdose acidental de drogas.

O baixista Billy Cox e o baterista Buddy Miles aparecem em grande parte do disco. Ao lado de Hendrix, eles formariam mais tarde o Band Of Gypsys, que lançou um disco ao vivo pouco antes da morte do guitarrista. Stephen Stills, do Buffalo Springfield, está presente em "Somewhere", assim como o saxofonista Lonnie Youngblood.

Ouça: A música "Somewhere", de Jimi Hendrix

Antes de "People, Hell & Angels", o disco de Hendrix que havia alcançado a melhor posição na parada dos EUA foi "Electric Ladyland", que chegou ao topo em 1968.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.