Álbum que Lennon autografou para seu assassino é vendido na internet

Cópia de "Double Fantasy" tem assinatura do cantor e impressões digitais de Mark Chapman, o homem que o matou em 1980

iG São Paulo |

Divulgação
John Lennon foi morto a tiros em NY em 1980

Uma cópia do álbum "Double Fantasy" que o cantor John Lennon autografou para seu assassino, Mark Chapman, está sendo vendido na internet.

De acordo com a revista britânica New Musical Express, a empresa de memorabilia Moments In Time confirmou que o atual dono, que comprou o LP em 2003, o colocou à venda.

Siga o iG Cultura no Twitter

O álbum - uma parceria de Lennon com a mulher, Yoko Ono, e o último produzido por ele - foi encontrado por um homem em frente à casa em que o cantor vivia em Nova York. Depois, foram divulgadas fotos que mostravam o ex-Beatle autografando o LP para Chapman pouco antes de ser assassinado por ele, em 1980.

Leia também: Carta de John Lennon a Eric Clapton vai a leilão

De acordo com a Moments In Time, o álbum tem a assinatura de Lennon e, na capa, há impressões digitais de Chapman. No site, o preço do item não é revelado, dizendo que a informação só estará disponível sob consulta. Na última vez que foi vendido, o LP custou US$ 525 mil (mais de R$ 1 milhão).

Lennon foi morto por quatro tiros no dia 8 de dezembro de 1980, na porta de sua casa, no edifício Dakota, situado próximo ao Central Park. Pelo crime, Chapman, que na época tinha 25 anos, foi condenado à prisão perpétua, acusado de assassinato em segundo grau.

Em agosto, o pedido apresentado para que fosse decretada sua liberdade após 31 anos de prisão foi rejeitado pela sétima vez

Chapman, 57 anos, terá de aguardar dois anos para um novo pedido.

    Leia tudo sobre: john lennonmark chapman

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG