Rolling Stones voltam no tempo em show cheio de hits

Banda mostra vitalidade em apresentação que teve mais de duas horas de duração e participações especiais de Mary J. Blige e Jeff Beck

Reuters | - Atualizada às

Reuters

Os Rolling Stones voltaram no tempo em grande estilo ao realizarem, no domingo (dia 25), seu primeiro show em cinco anos, revisitando os sucessos do meio século de trajetória artística da banda.

Diante de 20 mil pessoas que lotaram a O2 Arena, em Londres, os roqueiros rebateram desde a primeira música –“I Wanna Be Your Man”– as suspeitas de que a idade poderia ter tirado o pique da banda ( veja a lista de músicas tocadas ao final do texto ).

Siga o iG Cultura no Twitter

Mais de duas horas depois, o quarteto continuava com a corda toda, oferecendo um bis que incluiu “You Can’t Always Get What You Want” e “Jumpin’ Jack Flash”.

Ainda houve participações de convidados como a cantora e compositora norte-americana Mary J. Blige, em “Gimme Shelter”, e o guitarrista Jeff Beck, em “I’m Going Down”.

Bill Wyman e Mick Taylor, ex-integrantes da banda, também fizeram companhia a Mick Jagger, Ronnie Wood, Keith Richards e Charlie Watts, algo inédito em 20 anos.

Ouça: "One More Shot", nova música dos Rolling Stones

Getty Images
O guitarrista Ron Wood em show dos Rolling Stones na O2 Arena, em Londres

“Levamos 50 anos para irmos de Dartford a Greenwich!”, disse Jagger, referindo-se à sua cidade de origem, a poucos quilômetros do bairro londrino onde o show aconteceu. “Mas, vocês sabem, nós conseguimos. O que é ainda mais incrível é que vocês ainda estão nos vendo... Não podemos lhes agradecer suficientemente.”

Depois do show de domingo à noite, os Stones ainda farão outra apresentação na 02 Arena, e em seguida atravessam o Atlântico para três apresentadores nos EUA.

A miniturnê é o auge das comemorações do cinquentenário da banda , numa história que começou com um show na Oxford Street, em Londres, em julho de 1962.

Para a ocasião, foram lançados um álbum fotográfico, duas novas canções , um clipe musical e um documentário. Houve também várias aparições para a imprensa e alguns shows de aquecimento em Paris .

O show de Londres entusiasmou a crítica. “Keith Richards já disse que a beleza do rock and roll é que a cada noite uma banda diferente pode ser a maior do mundo. Bom, ontem à noite, na O2 Arena, foi a vez dos próprios Rolling Stones reivindicarem o título que eles inventaram”, escreveu Neil McCormick no Daily Telegraph. “E eles o fizeram com estilo e autoconfiança.”

Leia também: Ingresso "inflacionado" para shows dos Rolling Stones causa polêmica

Mas a reunião quase não aconteceu. Um dos fatores para o longo hiato nos shows desde a turnê “A Bigger Bang”, em 2007, foi a luta de Wood contra o alcoolismo. Além disso, o guitarrista Richards e o vocalista Jagger se desentenderam por causa de declarações que constavam numa autobiografia do primeiro, lançada em 2010.

Os Stones, porém, conseguiram deixar isso para trás. “Não podemos nos divorciar – estamos fazendo isso pelas crianças!”, brincou Richards recentemente numa entrevista.

A seguir, a lista completa de músicas:

1 - "I Wanna Be Your Man"

2 -  "Get Off of My Cloud"

3 - "It's All Over Now"

4 - "Paint It Black"

5 - "Gimme Shelter" (com Mary J. Blige)

6 - "Wild Horses"

7 - "All Down the Line"

8 - "I'm Going Down" (com Jeff Beck)

9 - "Out ff Control"

10 - "One More Shot"

11 - "Doom and Gloom"

12 - "It's Only Rock'n'Roll" (com Bill Wyman)

13 - "Honky Tonk Women" (com Bill Wyman)

14 - "Before They Make Me Run"

15 - "Happy"

16 - "Midnight Rambler" (com Mick Taylor)

17 - "Miss You"

18 - "Start Me Up"

19 - "Tumbling Dice"

20 - "Brown Sugar"

21 - "Sympathy For The Devil"

Bis:

22 - "You Can't Always Get What You Want"

23 - "Jumpin' Jack Flash"

    Leia tudo sobre: rolling stonesmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG