Fita original de teste rejeitado dos Beatles vai a leilão

Famosa como maior erro de avaliação da história da música pop, apresentação da banda em 1962 deve ser arrematada por R$ 60 mil

Reuters |

Reuters

A fita de audição dos Beatles rejeitada por um executivo de gravadora, sem dúvida no maior erro da história do pop, ressurgiu e estará à venda em um leilão em Londres na próxima semana.

Siga o iG Cultura no Twitter

Ted Owen da Fame Bureau, uma casa de leilões especializada em itens de recordação pop, disse que a fita de 10 músicas foi gravada no dia de Ano Novo, em 1962, nos estúdios da gravadora Decca, no norte de Londres.

Paul McCartney, John Lennon, George Harrison e Pete Best – que mais tarde seria substituído na bateria por Ringo Starr – tocaram até 15 músicas na sessão, sendo que 10 delas aparecem na fita a ser vendida em 27 de novembro.

Os membros da banda tinham sido levados de Liverpool para Londres na noite anterior, e, apesar de se perderem no caminho, conseguiram chegar aos estúdios a tempo para a sessão paga pelo seu empresário Brian Epstein.

Leia também:  Yoko Ono agradece McCartney por dizer que ela não acabou com os Beatles

O representante sênior da Decca para artistas e repertório Dick Rowe, que mais tarde se tornou conhecido como "o homem que rejeitou os Beatles", decidiu contra a assinatura de um contrato com a banda, optando por fechar com Brian Poole & The Tremeloes, que também fez o teste naquele dia.

"Grupos de guitarra estão perdendo seu espaço, Sr. Epstein", ele é amplamente citado como dizendo.

Rowe, no entanto, assinou com os Rolling Stones, que acabaram se tornando um dos maiores grupos de rock britânico, e especialistas discutem se foi ele ou um colega abaixo dele que rejeitou os Beatles.

Divulgação
Fita master da audição na gravadora Decca, 1962

Existem versões piratas da sessão, mas a fita "master de segurança", ou backup, em oferta no leilão é única, afirmou Owen.

"O mais importante sobre essa é a qualidade", disse ele à Reuters. "Há fitas piratas por aí, versões horríveis. Esta qualidade nós nunca ouvimos."

Leia também:  "Magical Mystery Tour" é relançado em Blu-ray

Apesar de sua raridade, calcula-se que a fita seja arrematada por entre R$ 60 mil e R$ 66 mil (18 mil a 20 mil libras), o que Owen disse ter sido definido pelo proprietário e era um ponto "sensível" de partida.

Ele acrescentou que apenas alguns colecionadores deveriam dar lances para a peça da história do pop, e, como os Beatles possuem os direitos autorais através de sua empresa, uma divulgação comercial baseada na fita era extremamente improvável.

Leia também:  Há 50 anos, os Beatles lançavam "Love Me Do", seu primeiro sucesso

Marcada como os "Silver Beatles", a maneira com que a banda foi brevemente chamada, a fita traz uma lista de faixas escrita à mão e fotos em preto-e-branco dos músicos posando em jaquetas de couro que seriam utilizadas na capa do disco.

Também em oferta no leilão de Cultura Popular está uma guitarra usada por Jimi Hendrix para tocar a maior parte de seu set de lançamento no festival de Monterey, na Califórnia, em 1967. A Fender Stratocaster preta deverá ser arrematada por 120 mil a 180 mil libras.

    Leia tudo sobre: beatlesleilãomúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG