Cantora tomou susto na noite de domingo (11) ao ser atingida na cabeça pelo presente de um fã; veja o vídeo

Pontualmente às 21h, Lady Gaga iniciou o show da turnê "Born This Way Ball" no estádio do Morumbi, em São Paulo, na noite de domingo (11).

Emocionada com a passagem pelo país, a cantora norte-americana - que se apaixonou pelo Rio de Janeiro e fez uma tatuagem na nuca em homenagem à cidade - chorou durante a performance e voltou a dizer que o "Brasil é o país do futuro".

Abaixo, imagens do show de Lady Gaga no Rio

Sem recorrer ao playback - muito utilizado por cantoras pop -, Gaga dançou e interagiu diversas vezes com o público nas mais de duas horas e meia de show.

"Brasil, 'es' te amo", dizia Lady Gaga a todo momento. Eufóricos, os "little monsters" ovacionaram todas as vezes em que a cantora declarava seu amor ao país. Ela até cantou uma música fora do set list, "The Queen", que o público pediu insistentemente.

Choro, declarações de amor e muita voz no 1º show de Lady Gaga no Brasil

Infográfico: Lady Gaga no Brasil: hits, polêmicas, figurinos e influências

Sobrando: Ingressos para Lady Gaga encalham no Brasil, afirma colunista

Em um dos maiores momentos de emoção, a intérprete de "Born This Way" abriu os presentes que os fãs jogaram para ela e chamou três deles ao palco. Lady Gaga chorou lendo a carta e colocou o presente - uma corrente com um símbolo de infinito -, abraçou os três sortudos e ainda cantou com eles a canção "Hair".

Foi nesse momento que um incidente quase atrapalhou o show, mas Gaga teve grande jogo de cintura. Um fã na plateia, empolgado com a interação, jogou seu presente para a cantora e acertou em cheio a cabeça dela. Outros fãs revoltaram-se e começaram a vaiar. "Calma, estou bem. Estou bem! Não aconteceu nada comigo", tranquilizou Gaga.

Sabendo do preço alto dos ingressos, Lady Gaga agradeceu ao público presente que lotou o estádio. "Eu sei que os ingressos custam caro e eu quero que vocês saibam que sou muito grata por vocês terem comprado. Muitos de vocês economizaram o dinheiro para estar aqui e isso é o que me inspira", comentou ela. Apesar de os ingressos terem encalhado no Rio de Janeiro, a procura foi melhor em São Paulo. As pistas - tanto a VIP quanto a normal - estavam lotadas. Somente nas arquibancadas era possível ver lugares vazios. De acordo com a assessoria de imprensa do evento, dos 65 mil ingressos colocados à venda, 50 mil foram vendidos.

Entre as diversas trocas de roupas e de cenários, a cantora voltava a elogiar o país e se declarar aos brasileiros. "Eu poderia escrever milhares de músicas sobre o Brasil", garantiu. "Os brasileiros são as pessoas mais apaixonadas do planeta", completou.

No entanto, devido aos diversos discursos calorosos em prol do Brasil, o show perdeu um pouco do ritmo da metade para o final. Com músicas mais lentas e longas pausas entre elas, o público deu uma desanimada, mas nada que abalasse a cantora, nem os mais fanáticos da fila do gargarejo.

Definitivamente encantada com o País, a cantora foi humilde e disse não entender o motivo de ser tão popular. "Estou há apenas quatro anos na estrada, em meu terceiro CD e lotei esse estádio. Não sei o que aconteceu comigo. Posso me considerar uma pessoa de sorte", falou ela, emocionada.

Ao voltar para encerrar o show com as músicas "The Edge Of Glory" e "Marry The Night", a cantora elogiou mais ainda o público. Na próxima terça-feira (13) é a vez de Porto Alegre receber o último show da cantora no país.

Veja abaixo o set list do show de mais de duas horas e meia.

"Highway Unicorn"
MG: "Escape + Hooker"
"Government Hooker"
"Born This Way"
"Black Jesus"
"Bloody Mary"
MG: "Manifesto 1"
"Bad Romance"
"Judas"
"Fashion Of His Love"
"Just Dance"
"Love Game"
"The Queen"
"Telephone"
MG: "Manifesto 2"
"Heavy Metal Lover"
"Bad Kids"
"Hair"
"You £ I"
"Electric Chapel"
"Americano"
"Poker Face"
"Alejandro"
"Paparazzi"
"Scheibe"
"The Edge Of Glory"
"Marry The Night"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.