Yoko Ono agradece McCartney por dizer que ela não acabou com os Beatles

Viúva de John Lennon disse que agora o assunto está finalmente encerrado

iG São Paulo |

Yoko Ono agradeceu ao músico Paul McCartney por ter negado que ela tenha causado o fim dos Beatles. Em entrevista ao jornal The Guardian, o baixista disse que "o grupo já estava se separando".

"Não acho que ele teria feito nada disso sem Yoko. Quando ela apareceu, parte de seu apelo era o lado avant garde, sua visão das coisas, e mostrou a ele um novo jeito de ser. Então era hora de John sair, com certeza faria isso de um jeito ou de outro", disse McCartney.

Getty Images
A artista plástica Yoko Ono

Siga o iG Cultura no Twitter

Em entrevista ao mesmo jornal, Yoko afirmou que McCartney encerrou essa questão. "Achava que as pessoas sabiam que eu não era a responsável pelo fim dos Beatles, mas surpreendentemente muitos pensavam isso. Então eu gostaria de dizer obrigada a Paul. Eu te amo. Nós te amamos".

Análise: 50 anos depois, por que a música dos Beatles ainda é tão boa?

O último trabalho que contou com a presença de Paul McCartney e Yoko Ono é a trilha sonora do filme "This Is 40" ("Isso são os 40", em tradução livre), nova comédia do diretor Judd Apatow.

    Leia tudo sobre: Yoko OnoPaul McCartneyBeatlesmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG