Com "crise de ansiedade", George Michael cancela shows na Austrália

Cantor britânico disse que vai cumprir compromissos no Reino Unido e iniciar tratamento

Reuters |

Reuters

O cantor britânico George Michael cancelou os shows que faria na Austrália por causa de uma "forte ansiedade" decorrente da sua recente luta contra uma grave pneumonia.

Siga o iG Cultura no Twitter

O artista disse em seu site que vai completar as apresentações da turnê "Symphonica" na Grã-Bretanha, em outubro, antes de iniciar um tratamento.

Ele deveria fazer shows em seis cidades australianas entre 10 de novembro e 1º de dezembro, mas, em nota, Michael se disse "desolado" com o cancelamento.

O cantor de 49 anos adoeceu em novembro do ano passado em Viena, e passou um mês internado numa UTI, correndo risco de morrer. Ele levou cerca de dez meses para retomar a turnê.

Leia também: George Michael celebra 30 anos de carreira com lançamento de single

"Desde a doença do ano passado tentei em vão superar o trauma que os médicos que salvaram a minha vida me alertaram que eu experimentaria", disse Michael. "Eles recomendaram repouso completo... mas receio que eu tenha acreditado (equivocadamente) que fazer música e sair por aí me apresentando para as plateias me traria tanta alegria que já seria por si só uma terapia suficiente."

Ele disse que fez grandes shows desde então, mas que errou "ao pensar que poderia resolver a grande ansiedade que me assola desde que deixei a Áustria, em dezembro passado".

    Leia tudo sobre: george michaelmúsicaansiedade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG