Clientes da loja de departamentos HMV fotografam tarja encontrada no álbum "Fortune"

Clientes da loja de departamentos HMV, em Londres, divulgaram uma foto do último álbum do cantor Chris Brown, "Fortune" , comercializado com uma etiqueta que diz "Aviso: Não compre esse disco! Esse homem bate em mulheres".

Siga o iG Cultura no Twitter

Disco de Chris Brown com a etiqueta
Reprodução
Disco de Chris Brown com a etiqueta "Não compre esse disco! Esse homem bate em mulheres"

A tarja faz referência ao episódio ocorrido em fevereiro de 2009, quando Brown agrediu sua namorada na época, a cantora Rihanna, na véspera do prêmio Grammy. Por causa disso, o cantor enfrenta uma sentença condicional de cinco anos após se declarar culpado.

A nova tatuagem de Chris Brown
Reprodução/Getty Images
A nova tatuagem de Chris Brown

De acordo com o site Gigwise, os adesivos foram feitos por grupos defensores dos direitos das mulheres. Mesmo assim, não foi explicado como eles foram colocados nos CDs.

Leia também: Rihanna diz que ter apanhado de Chris Brown a deixou "mais livre"

Em entrevista ao E! News, a assessoria da HMV negou envolvimento da loja com os adesivos. "É um incidente isolado e não tem relação com a política da HMV. Aparentemente algum cliente passou por uma de nossas lojas ontem e etiquetou os discos - que foram rapidamente removidos das prateleiras".

De acordo com a HMV, a foto divulgada na internet foi tirada antes do confisco dos álbuns, que não são mais encontrados na loja.

Nesta semana, um porta voz de Chris Brown teve que defender a nova tatuagem do cantor , que mostra o rosto machucado de uma mulher. "A tatuagem é uma caveira como as utilizadas para ilustrar a festa mexicana do Dia dos Mortos. Ela não tem conexão com Rihanna ou qualquer mulher que tenha sofrido abuso."

    Leia tudo sobre: Rihanna
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.