Ouça música que Fernanda Takai fez com o guitarrista do Police

Brasileira lança disco em parceria com o britânico Andy Summers; leia entrevista ao iG

Augusto Gomes , iG São Paulo | - Atualizada às

Quando a cantora brasileira Fernanda Takai recebeu um convite do guitarrista britânico Andy Summers para "participar de um projeto", achou que era para dar voz a apenas uma música. Afinal, ela já havia participado do trabalho anterior de Summers ("United Kingdom of Ipanema", com Roberto Menescal), com apenas uma canção. Por isso, ficou surpresa ao receber 18 faixas compostas para sua voz.

"Dentro daquelas 18 músicas, ele pediu para eu escolher as que mais gostasse. Deixou bem claro que a escolha seria só minha. Elas iriam compor um disco que nós dois iríamos gravar", contou Fernanda ao iG . O resultado é o álbum "Fundamental", recém-lançado no Brasil. O disco tem 11 músicas, cinco com letras em português e seis em inglês.

É uma volta de Fernanda ao universo da bossa nova, após o lançamento do álbum "Onde Brilhem os Olhos Seus", de 2007. Naquela disco, ela gravou canções do repertório de Nara Leão (1942-1989). Foi por causa dele que Summers, ex-guitarrista do The Police, conheceu a voz da brasileira e a chamou para cantar no DVD "United Kingdom of Ipanema".

"O Roberto Menescal (violonista e compositor de clássicos bossa-novistas como 'O Barquinho' e 'Você') me contou que, de todo mundo que participou do DVD, eu fui a preferida do Andy", revela Fernanda. Mesmo assim, ela não esperava ser chamada para dividir um disco com o britânico. "Ele fez questão que o disco fosse assinado por nós dois."

Ouça abaixo a música "Fundamental":


A parceria funcionou assim: Summers mandou 25 músicas prontas (primeiro 18, depois mais sete) e com letras em inglês; Fernanda Takai então escolheu as suas favoritas e providenciou versões em português para algumas. Uma foi vertida por ela e o marido, John Ulhoa. Outras duas foram resultado de uma parceria com Zélia Duncan (Zélia e John fizeram, cada um, mais uma letra sozinhos).

Divulgação
Capa do disco "Fundamental"

"A Zélia é muito amiga minha e ótima versionista. Já fez versões de outras músicas em inglês e francês. Em dois dias a gente fez tudo", diz Fernanda. "Nós tentamos manter o espírito da letra original, e não fazer uma tradução literal. O Andy adorou, tanto que mostrou para alguns amigos dele que falam português assim que recebeu as versões."

Siga o iG Cultura no Twitter

Fernanda conta que aventurar-se pelo universo da bossa nova foi prazeroso para ela e também para Summers. "Nós dois começamos fazendo pop e rock, que são gêneros mais objetivos. Neste disco, foi diferente, nós exercitamos um pouco da lentidão. As músicas são mais compridas, as introduções são mais longas, os solos são maiores. Foi bem bacana."

Em outubro, Fernanda e Summers farão uma turnê pelo Brasil para promover o disco. "Serão 10 ou 12 datas, ainda estamos fechando", conta. No início de 2013, será a vez de se apresentar fora do país. No intervalo entre uma turnê e outra, ela vai gravar o novo disco do Pato Fu. "Estamos em processo de composição, para entrar em estúdio em novembro e dezembro."

Será o décimo disco de estúdio da banda e o primeiro desde "Música de Brinquedo", de 2010. Segundo Fernanda, ele não será influenciado pelos recentes shows que o grupo fez tocando o disco "Gol de Quem?" (1995) na íntegra. "Não terá nada a ver. Ainda não temos ideia de como o novo álbum será, mas não será igual a nada que já fizemos. Queremos fazer coisas diferentes."

    Leia tudo sobre: Fernanda TakaiAndy Summersmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG