Morre o cantor Scott McKenzie, a voz de "San Francisco"

Norte-americano tinha 73 anos; causa da morte não foi divulgada

EFE |

EFE

Wikimedia Commons
O cantor Scott McKenzie

O cantor e compositor Scott McKenzie, reconhecido pela versão de "San Francisco", um hino da contracultura na década de 1960, morreu no último sábado (dia 18) em Los Angeles, aos 73 anos.

A causa da morte não foi divulgada. O músico sofria de síndrome Guillain-Barre, uma doença que afeta o sistema nervoso. Por conta desse fato, o cantor foi hospitalizado várias vezes desde 2010.

Siga o iG Cultura no Twitter

McKenzie nasceu em Jacksonville, na Flórida, e cresceu na Carolina do Norte e Virgínia. Na época das bandas efêmeras, McKenzie cantou com Tim Rose, na The Singing Strings, e depois com John Phillips, Mike Boran e Bill Clearly no grupo The Abstracts, que, em Nova York, passou a se chamar The Smoothies.

Em 1961, Phillips e McKenzie juntaram esforços com Dick Weissman na banda The Journeymen, que chegou a gravar três álbuns e sete singles com a gravadora Capital Records. Anos mais tarde, quando já Phillips fazia parte do The Mamas and the Papas, ele compôs para McKenzie a celebre música "San Francisco (Be Sure To Were Flowers In Your Hair").

A canção - lançada nos Estados Unidos no dia 13 de maio de 1967, em plena primavera que antecedeu o "verão do amor" -, se transformou em um êxito instantâneo, um hino de toda uma geração.

    Leia tudo sobre: EUA OBITUÁRIO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG