Após duas semanas desaparecido, cantor surge no deserto do Saara

"Estou vivendo uma vida de nômade", justifica Jaz Coleman, vocalista da banda britânica Killing Joke

iG São Paulo | - Atualizada às

Após passar duas semanas desaparecido, o vocalista da banda Killing Joke, Jaz Coleman, deu sinal de vida. Ele está morando no deserto do Saara, na África. "Estou vivendo uma vida de nômade", justificou o cantor, em sua página no Facebook. 

Coleman revelou que decidiu se isolar no deserto para finalizar o livro que está escrevendo e um projeto musical chamado "The Nirvana Experiment". "Por que tanto barulho, então?", escreveu o músico, diante das notícias sobre o seu "sumiço".

Na semana passada, o Killing Joke divulgou um comunicado oficial informando que Coleman estaria desaparecido, e por isso o grupo teria que cancelar os shows que faria em setembro ao lado do The Mission.

Formado no final dos anos 1970, o Killing Joke foi uma das mais importantes bandas do pós punk britânico. O grupo, liderado por Coleman, havia se separado nos anos 1990, mas se reuniu em 2002. Seu disco mais recente, "MMXII", saiu em abril deste ano.

    Leia tudo sobre: Killing JokeJaz Colemanmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG