Cantora minimiza incidente na capital francesa: "todo mundo que vi tinha um sorriso no rosto"

Em texto publicado em seu site oficial, Madonna minimizou as notícias de que espectadores do show surpresa que fez recentemente em Paris teriam vaiado e pedido o dinheiro de volta , e disse que os protestos foram causados por "alguns bandidos" na plateia.

"Infelizmente, no final do show, depois que eu deixei o palco, alguns bandidos que não eram meus fãs correram para o palco e começaram a atirar garrafas plásticas e fingir que eram fãs irritados", disse Madonna em seu site.

Siga o iG Cultura no Twitter

O show no teatro Olympia foi incluído de última hora na programação da turnê "MDNA". Os ingressos foram oferecidos inicialmente a membros do fã-clube de Madonna, ao preço de 80 euros (R$ 200), e esgotaram em questão de minutos.

Ao final do show, alguns espectadores reclamaram do fato de o show ter durado apenas 45 minutos. Uns vaiaram e outros pediram o dinheiro de volta ao sair do teatro, com capacidade para 2.700 pessoas, e onde já se apresentaram ícones como Edith Piaf, Jacques Brel e os Rolling Stones.

Leia também: Piada de Madonna sobre Lady Gaga feita a TV brasileira repercute

"Os relatos da imprensa se focaram nisso e não no aspecto alegre da noite", disse Madonna em nota. "Mas nada pode levar embora ou arruinar esta noite tão especial para mim e os meus fãs. Quando olhei para a plateia, todo mundo que eu vi tinha um sorriso no rosto. Espero ter essa experiência maravilhosa outra vez."

Depois de passar pela Europa e Estados Unidos, a turnê "MDNA" chega em dezembro ao Brasil . Ela se apresentará em 2 de dezembro no Parque dos Atletas, no Rio; no estádio do Morumbi, em São Paulo, em 4 e 5 de dezembro; e em Porto Alegre, no estádio Olímpico, em 9 de dezembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.