Festival de Montreux 2012 vai reunir Bob Dylan, Herbie Hancock e até Emicida

Tradicional evento na Suíça, com centenas de apresentações, terá dia dedicado à música brasileira, com shows de Gilberto Gil, Adriana Calcanhotto e outros

EFE |

EFE

Getty Images
Bob Dylan: na programação de Montreux

O Festival de Jazz de Montreux inaugura nesta sexta-feira (29) sua 46º edição, que, como de costume, reunirá estrelas de todas as gerações, desde Bob Dylan, que em setembro lançará um novo álbum, até o rapper Emicida, um dos artistas brasileiros que se apresentará no maior festival musical da suíça.

Durante os 16 dias do festival, a pequena cidade de Montreux espera receber mais de 220 mil visitantes, sendo que 85 mil deverão ocupar os dois espaços fechados e o restante participará dos shows ao ar livre e das demais atividades.

A abertura do festival, no auditório Stravinsky, contará com shows de dois jovens talentos da música internacional: a escocesa Amy Macdonald e o suíço Bastian Baker. Já Taj Mahal, reconhecido por sua reinvenção do blues e pelos seus 50 anos de carreira, e o americano Joe Bonamassa, com seu projeto acústico, se apresentam na sala Miles Davis.

Os veteranos desta edição serão a francesa Juliette Greco e Tony Bennett, de 85 e 86 anos, respectivamente, que se apresentarão nas noites do dia 8 e 11 de julho. No entanto, os destaques da programação são artistas como Van Morrison, Herbie Hancock, Ian Andersen (líder do Jethro Tull), Noel Gallagher e até mesmo Gilberto Gil, que se apresenta no dia 10.

Além do ex-ministro da Cultura, que completou 70 anos nesta semana , o festival ainda dedicará um dia aos artistas brasileiros, o dia 6. Nesta ocasião, o palco Stravinsky será tomado pela musicalidade de Luiz Melodia, Adriana Calcanhotto, Cidade Negra e Emicida, que aparece como convidado especial.

Além dos shows pagos, que custarão entre 65 e 195 euros – com exceção de Bob Dylan, que pode chegar até 282 euros –, o festival apresentará 250 shows gratuitos em suas duas semanas de programação. A cada dia serão apresentados 17 shows em cinco palcos, que foram erguidos em diferentes pontos do centro de Montreux.

Com entradas esgotadas para oito shows, dos 32 que serão apresentados nas salas Stravinsky e Miles Davis, os organizadores esperam vender 85 mil entradas, o que equilibraria o orçamento do evento, assim como na última edição.

Apesar dos responsáveis do festival não informarem seu balanço financeiro, calcula-se que o orçamento anual do festival é de 17 milhões de euros.

    Leia tudo sobre: festival de montreuxbob dylanemicidagilberto gilmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG