Partido francês de extrema direita quer processar Madonna

Vídeo da turnê "MDNA" mostra presidente da Frente Nacional, Marine Le Pen, com uma suástica na testa

iG São Paulo com AFP |

Reprodução
Marine Le Pen em vídeo da turnê "MDNA"
A Frente Nacional (FN), a extrema direita francesa, pode processar Madonna se a cantora utilizar em seu show em Paris um vídeo que mostra o rosto da líder do partido, Marine Le Pen , com uma suástica na testa.

Madonna utilizou a foto, fruto de uma montagem, na estreia da turnê mundial "MDNA" em Tel Aviv, Israel. No show, a estrela lançou um chamado a favor da paz no Oriente Médio.

Siga o iG Cultura no Twitter

Projetado quando Madonna cantou "Nobody Knows Me", o vídeo mostra primeiro a testa de Le Pen com uma suástica. Depois surge seu rosto inteiro, seguido pela imagem de um personagem parecido com o líder nazista Adolf Hitler.

Ao ser indagado sobre se a FN processará a cantora por conta do vídeo, o vice-presidente do partido, Louis Aliot – companheiro de Marine Le Pen –, respondeu que isso será decidido quando ela cantar na França. Madonna tem show marcado em Paris no dia 14 de julho.

Veja trechos do primeiro show da nova turnê de Madonna

Marine Le Pen foi candidata no primeiro turno das eleições presidenciais francesas e conquistou votação histórica, ao obter o terceiro lugar com 17,9% dos votos .

Le Pen se mostrou irritada com o vídeo. "Quando velhas cantoras querem que falem delas, recorrem a coisas extremas", disse no domingo. "Se ela fizer isto na França, a esperaremos", advertiu.

Esta não é a primeira vez que Madonna ataca a Frente Nacional: em 2006, Madonna associou numa montagem Jean Marie Le Pen, fundador do partido, ao ex-ditador iraquiano Saddam Hussein e também a Osama bin Laden.

Leia também: Madonna confirma show extra em São Paulo

A turnê "MDNA" vai passar por 34 países e terminará no início de 2013 na Austrália. Madonna desembarca no Brasil no início de dezembro, para shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

    Leia tudo sobre: madonnafrente nacionalmdnamarine le pen

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG