Lady Gaga cancela show em Jacarta devido a ameaças dos fundamentalistas

Apresentação em junho ainda não tinha permissão da polícia, que queria que a cantora diminuísse tom irreverente e roupa sexy

EFE |

AP
Lady Gaga desembarca no aeroporto do Japão
A cantora norte-americana Lady Gaga cancelou definitivamente o show que tinha previsto fazer em Jacarta no dia 3 de junho devido às ameaças dos grupos fundamentalistas islâmicos, informou neste domingo (27) a organização do evento.

O show, que em sua turnê asiática já cantou em Manila e Bangcoc recentemente, ainda não contava com as permissões da polícia indonésia, que queria que a cantora diminuísse o tom irreverente e o vestuário sexy do espetáculo.

Siga o iG Cultura no Twitter

O advogado dos organizadores do show em Jacarta, Minola Sebayang, confirmou que os representantes da artista tinham decidido cancelar o evento pelos problemas de segurança.

Os organizadores devolverão o valor dos 52 mil ingressos que já tinham sido vendidos aos fãs da cantora de 26 anos no maior país de maioria muçulmana no mundo.

Leia também: Polícia da Indonésia proíbe show de Lady Gaga em Jacarta

A Frente de Defensores do Islã (FPI), uma organização radical indonésia, acusou este mês a autora de "Alejandro", "Bad Romance" e "Born This Way" de conter "versos satânicos" em suas letras e promover a pornografia.

O grupo ameaçou comparecer ao aeroporto internacional de Jacarta quando a cantora chegasse para impedir que ela cantasse na capital.

Em caso de a primeira tática fracassar, pensavam em se infiltrar entre os espectadores do concerto para sabotar o espetáculo no estádio Bung Karno de Jacarta, o maior em capacidade na turnê asiática da cantora. Ouça músicas de Lady Gaga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG