Para radicais islâmicos, Lady Gaga levará "fé de Satã" à Indonésia

Frente de Defensores do Islã afirma que "muçulmanos estão preparados" para impedir show da cantora no país em junho

iG São Paulo com EFE |

A Frente de Defensores do Islã (FPI), uma organização radical da Indonésia, ameaçou sabotar a apresentação de Lady Gaga programada para junho em Jacarta porque ela representaria a "fé de Satã".

"Ela vai destruir a moral da nação. Os muçulmanos estão preparados para impedir a realização do show", declarou o chefe do FPI em Jacarta, Salim Assegaf, segundo o jornal The Jakarta Post.

Leia também: Religiosos protestam contra Lady Gaga na Coreia do Sul

A organização empreendeu uma cruzada contra Lady Gaga, a quem acusa de exibicionismo e de levar a "fé de Satã" à Indonésia, um país no qual cerca de 85% dos 240 milhões de habitantes adotam o islamismo.

Assegaf disse que vários membros do FPI serão enviados ao aeroporto internacional de Jacarta quando a cantora chegar para impedir que ela se apresental na capital.

Siga o iG Cultura no Twitter

Caso a primeira tática fracasse, eles se infiltrarão entre os espectadores do show para afastá-los, acrescentou Assegaf.

Quer saber onde o seu artista preferido vai tocar? Acesse a ferramenta de shows do iG

Lady Gaga se apresenta no estádio Bung Karno de Jacarta no dia 3 de junho, dentro da turnê mundial "Born This Way". Já foram vendidos 60 mil ingressos para o show.

    Leia tudo sobre: lady gaga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG