Antibalas mostra o celebrado afrobeat em shows no Brasil

Gênero musical criado por Fela Kuti vive onda de popularidade no país e estará presente também na Virada Cultural; ouça faixa

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Divulgação
A banda Antibalas
Formado em Nova York, o grupo Antibalas é um dos pioneiros no resgate do afrobeat, gênero que mistura música tradicional africana com funk e jazz e foi popularizado pelo músico nigeriano Fela Kuti nos anos 1970.

A banda desembarca no Brasil nesta semana, para dois shows em São Paulo: nesta quinta (19) no Cine Joia e no sábado (21) no Centro Cultural da Juventude. No domingo (22), a banda também toca em Recife, dentro do festival Abril Pro Rock.

Siga o iG Cultura no Twitter

É a primeira vez que o Antibalas vem ao país. A banda surgiu no final dos anos 1990 e aos poucos tornou-se conhecida em Nova York por seus shows explosivos. Desde então, lançou quatro discos - o mais recente, "Security", é de 2007. O quinto álbum está previsto para sair em junho e tem produção de Gabriel Roth, líder dos Dap-Kings (e ex-membro do Antibalas), grupo que acompanha a cantora Sharon Jones.

"Provavelmente vamos tocar algumas das músicas do álbum novo aí no Brasil", afirmou ao iG Stuart Bogie, saxofonista do grupo. Por causa das gravações, a banda anda afastada dos palcos - os shows em São Paulo são os primeiros do Antibalas em 2012. A banda vem ao país com formação completa - 12 músicos, entre sopros, percussão, teclados, baixo, guitarras e vocais.

Veja também: Os 10 discos essenciais do afrobeat

Ouça a faixa "Dirty and Blood", do Antibalas

A apresentação no Cine Joia terá abertura do Bixiga 70. O grupo paulista lançou seu primeiro disco, também chamado "Bixiga 70", no ano passado e, desde então, é o grande nome do afrobeat brasileiro. Sim, o gênero vive uma onda de popularidade no país, tanto que ganhou um palco quase que totalmente dedicado a ele na Virada Cultural de São Paulo.

Divulgação
O nigeriano Fela Kuti
Nos dias 5 e 6 de maio, nomes como Tony Allen e Seun Kuti. Ambos são ligados ao inventor do afrobeat, Fela Kuti: Seun é seu filho mais novo e vem ao Brasil com o grupo Egypt 80, que acompanhou Fela durante vários anos; e Allen foi diretor musical e baterista da banda de Fela (na época, o Africa 70) durante mais de uma década.

Nascido Olufela Olusegun Oludotun Ransome-Kut em 1938, Fela Kuti criou o afrobeat nos anos 1970 a partir de uma mistura de música tradicional nigeriana com highlife (ritmo musical popular na região do golfo de Benin), mais boas doses de jazz e funk. A receita era completada com letras de forte teor político, que valeram ao músico uma série de problemas com o governo nigeriano.

Em 1977, após o lançamento do disco "Zombie", um disco com fortes críticas à ditadura militar da Nigéria, Kuti foi atacado por soldados que o espancaram e destruíram seu estúdio. No ataque, sua mãe foi assassinada. Alguns anos depois, já na década de 1980, ele foi preso e passou quase dois anos atrás das grades, também por motivos políticos.

Veja também: Os 10 discos essenciais do afrobeat

Kuti morreu em 1997, vítima de complicações causadas pela Aids. Em 2008, sua vida inspirou o musical "Fela!", que fez tanto sucesso que chegou à Broadway no ano seguinte e conseguiu 11 indicações ao Tony, o Oscar do teatro. Quem fez a trilha do espetáculo? Os mesmos Antibalas que tocam no Brasil nesta semana.

Antibalas no Brasil

Quinta-feira, 19 de abril
Cine Joia (pça. Carlos Gomes, 82, Liberdade)
Show de abertura do Bixiga 70
Ingressos: R$ 120
Horário: 22h (Bixiga 70) e 23h (Antibalas)

Sábado, 21 de abril
Centro Cultural da Juventude (Av. Deputado Emílio Carlos, 3641, Vila Nova Cachoeirinha)
Entrada gratuita (ingressos devem ser retirados a partir das 15h no CCJ)
Horário: 18h

Domingo, 22 de abril
Chevrolet Hall (Avenida Governador Agamenon Magalhães, s/n, Complexo do Salgadinho)
Ingressos: R$ 30 (meia) e R$ 40 (com 1kg de alimento não perecível)

    Leia tudo sobre: Antibalasafrobeatmúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG