Pintura feita em 1915 está avaliada em dezenas de milhões de euros

Reprodução
"Litzlberg am Attersee", de Klimt
O Museu dos Modernos de Salzburgo anunciou nesta quinta-feira que em breve restituirá um quadro de Gustav Klimt, avaliado em dezenas de milhões de euros, ao herdeiro canadense da proprietária da obra expoliada por nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

O quadro "Litzlberg am Attersee", de 110 cm por 110 cm, foi pintado em 1915 pelo mestre austríaco e pertencia a Amalie Redlich (austríaca), deportada em 1941.

A investigação confirmou a expoliação, e a obra será entregue ao canadense Georges Jorisch, neto e único herdeiro de Redlich.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.