Mostra de Vik Muniz recebe mais de 105 mil visitas em Lisboa

Exposição do artista plástico paulistano na capital portuguesa foi a primeira realizada na Europa

EFE |

Divulgação
Auto-retrato do artista Vik Muniz feito com papéis picados.
Uma retrospectiva sobre a obra do artista Vik Muniz recebeu em Lisboa 105.774 visitantes durante os quatro meses e meio em que esteve aberta, informou nesta segunda-feira o Museu Colecção Berardo.

A exposição "VIK", fechada oficialmente desde o último domingo, contava com cerca de 100 trabalhos que o artista levou para a capital portuguesa. Esta foi a primeira mostra europeia de Vik Muniz após se apresentar no Moma (de Nova York), no Miami Fine Arts Museum, no México e Canadá.

No Brasil, essa mesma mostra bateu recordes de visitações nos museus de arte contemporânea do Rio de Janeiro e São Paulo, cidade onde nasceu.

Na exposição "VIK", o artista, que reside há 25 anos nos Estados Unidos, explora obras de 1990 até a atualidade, as quais registram toda sua versatilidade técnica - fotografia, pintura, escultura - e material.

Açúcar, chocolate líquido, leite condensado, molho de tomate, gel para cabelo, lixo e terra são algumas das irreverentes ferramentas de trabalho usadas pelo artista.

Siga o iG Cultura no Twitter

Em 2011, durante o FESTin de Lisboa, o artista apresentou o documentário inspirado em sua obra, "Lixo Extraordinário", indicado ao Oscar e agraciado com o prêmio do público nos festivos de Sundance e Berlim.

Neste, o artista expõe o modo no qual mudou a vida de vários catadores de lixo de Gramacho, um grande lixão do Rio de Janeiro. Dirigida por João Jardim, Lucy Walker e Karen Harley, "Lixo Extraordinário" também esmiúça o processo de elaboração das obras, cujas fotografias, que retratam os catadores de lixo, foram vendidas posteriormente em casas de leilão londrinos por milhares de euros.

    Leia tudo sobre: vik munizexposiçãoportugal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG