Morre o coreógrafo francês Roland Petit

Considerado o enfant terrible da dança da Ópera de Paris, artista tinha 87 anos

iG São Paulo |

Divulgação
O coreógrafo francês Roland Petit
Citando um comunicado do Ballet da Ópera de Paris, a agência AFP noticiou hoje a morte do coreógrafo francês Roland Petit, um dos principais nomes da dança europeia, aos 87 anos, em Genebra.

Petit, que soma quase 200 coreografias de sua autoria, entre elas a famosa "Jeune Homme et la Mort" ("O Jovem e a Morte", em tradução livre), trabalhou com os Ballets dos Champs-Élysées (1945), os Ballets de Paris (1948) e os Ballets de Marseille (1972-1998). Nos anos 1970 o artista dirigiu a Ópera de Paris, ganhando a alcunha de enfant terrible.

Nascido em 1924 em Villemomble (Seine Saint-Denis), Petit começou sua carreira como bailarino na Ópera de Paris. Sua última aparição nos palcos franceses aconteceu em 2010, quando encenou a famosa "Jeune Homme et la Mort", considerada a sua obra-prima.

    Leia tudo sobre: Roland Petit

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG