Ator de "Cães de Aluguel" e "Kill Bill" só será solto da cadeia ao pagar fiança de US$ 100 mil

O ator norte-americano Michael Madsen, de 54 anos, foi preso nesta sexta-feira (09) em sua casa na luxuosa Malibu, nos arredores de Los Angeles, depois de brigar com o filho adolescente. A polícia atendeu a um chamado de violência doméstica, afirmando que o ator estaria alcoolizado e ameaçando o garoto, que não precisou de cuidados médicos.

Siga o iG Cultura no Twitter

Conhecido por filmes como "Cães de Aluguel" e "Kill Bill", dirigidos pelo amigo Quentin Tarantino, Madsen está preso e só será solto mediante o pagamento de fiança de US$ 100 mil. O caso está sendo investigado pelo departamento de vítimas especiais da polícia, que detém o ator sob a acusão de crueldade infantil.

Em entrevista ao site TMZ, o advogado de Madsen afirma que o ator encontrou o filho fumando maconha e os dois discutiram quando ele tentava pegar a droga. "É uma questão de família e Michael pede que sua privacidade seja respeitada."

Assista à entrevista em vídeo do iG com o ator em 2010

Madsen já havia sido preso no início da semana por uma acusação menor, não divulgada, e solto após pagar US$ 5 mil de fiança. Ele já teve vários problemas com lei por brigas domésticas e em bares, além de não pagar a pensão alimentícia dos filhos – ele tem cinco.

O ator esteve no Brasil em 2010, quando participou do Festival do Rio para divulgar o filme brasileiro "Federal" , gravado em Brasília. Seu próximo projeto no cinema é "Eldorado", mistura de horror e comédia filmada em 3D.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.