Mais do que 15 minutos de fama: a Warhol TV está ¿no ar¿

Exposição inédita na América Latina sobre a produção audiovisual do artista norte-americano abre as portas no Rio de Janeiro

Flávia Salme, iG Rio de Janeiro |

Uma “viagem dentro das obsessões do artista” é a definição da curadora francesa Judith Benhamou-Huet para a exposição “Warhol TV” que entra em cartaz a partir desta terça-feira (2) no Instituto Oi Futuro, no Flamengo, zona sul do Rio de Janeiro. A menos conhecida produção do ícone norte-americano da pop art, iniciada a partir de 1960, traz episódios sobre moda, arte e o universo das celebridades – com entrevistas com o cineasta John Waters, o estlista Marc Jacobs e o artista plástico Marcel Duchamp –, além de exibir sua missa fúnebre na Igreja de St. Patrick, em Nova York, em 1987.

Se por um lado as experimentações de Andy Warhol no cinema, na fotografia, na pintura, música e vídeo são mais exploradas por críticos e público, sua relação com a TV, embora marcante, ainda não alcançou o mesmo reconhecimento. “Ele tinha uma considerável fascinação por essa mídia”, diz Judith, por meio da assessoria de imprensa. “O trabalho de TV dele é pouco conhecido, justamente por ter sido uma produção realizada para TV a cabo em uma época em que a TV a cabo era muito limitada aos EUA”, avalia a curadora e crítica de arte Daniela Labra. “É a única área que não tem sido adequadamente revisitada na obra de Andy Warhol”, complementa Judith.

“Reencontramos em programas como ‘Warhol’s TV’, ‘Warhol’s Fifteen Minutes’ e ‘Fashion’, os temas recorrentes de seu universo, como a beleza, o sexo, os artistas, as celebridades e as transformação dos seres”, explica a curadora da mostra. Judith passou cerca de um ano mergulhada no acervo do Museu Andy Warhol, em Pittsburgh (EUA), para concluir a pesquisa e formatar a exposição. “Esta fascinação pela celebridade se insere no seu desejo de reconhecimento”, ela diz.

Esta é a primeira vez que uma exposição é dedicada exclusivamente à produção de Andy Warhol para a TV. A mostra já passou por Paris e Lisboa, e estreia agora na América Latina. Em abril, a exposição será montada no Oi Belo Horizonte, onde fica até 12 de junho.

Dentro e fora da TV

Divulgação/ Oi Futuro
Convite da exposição "Warhol Tv": mostra será apresentada no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte
Além das produções feitas por Warhol para TV a cabo, a exposição traz suas participações em programas que conquistaram sucesso na época em que foram exibidos, como os seriados americanos “Love Boat” (1977) e “Saturday Night Live” (1981). Judith ressalta que a exposição também apresenta o desempenho do artista nos filmes de publicidade realizados para a Coca-Cola, TDK e Braniff, além do clipe da música “Hello Again”, do grupo The Cars, que teve seus 15 minutos de fama em meados dos anos 80.

O visitante terá de desbravar cinco níveis montados no Oi Futuro pela produtora Zadig! – a mesma que trouxe para o Brasil a exposição de Yves Saint-Laurent. No primeiro, no térreo, três monitores apresentarão na íntegra o episódio 2 do programa “Andy Warhol Fifteen Minutes”, com Grace Jones, Kenny Scharf, Marc Jacobs e William Burroughs. Simultaneamente, imagens em câmera lenta de Warhol correndo serão exibidas em duas grandes paredes laterais do prédio.

No nível 2 os olhares estarão voltados para o screen test (teste de cena) realizado pelo artista com o surrealista Marcel Duchamp, em 1966 ( apontado como uma antecipação dos realities shows ). Fragmentos da participação de Warhol no programa “Saturday Night Live” e uma seleção de episódios de “Fashion: Male Models, Dabbie Harry and friends” ampliam a mostra, junto com extratos dos programas que levam o nome de Warhol. Três comerciais completam a proposta. No nível 4 serão feitas projeções na parede e no teto. Parte do ambiente foi pintada de prata, em alusão à The Factory, a famosa produtora de Warhol.

No quinto nível, uma cama king size estará à disposição do publico que assistir a episódios de “Love Boat”, gravados em 1985. A ideia foi reproduzir o quarto do ícone pop. Aqueles que preferirem se aprofundar um pouco mais na vida íntima de Andy Warhol, a sala ao lado será palco da projeção de “O último show”, missa fúnebre do artista realizada em 1987 na Igreja St. Patrick, em Nova York.

“Essa mostra é sem dúvida significativa. Andy Warhol é emblemático. Este trabalho só reforça seu caráter multimídia e interdisciplinar”, destaca Daniela Labra. “A produção de Warhol para TV ressalta seu interesse em chegar à casa do indivíduo”, acrescenta o historiador e curador assistente do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) Frederico Coelho.

A visitação pública da mostra poderá ser feita até o dia 3 de abril, de terça a domingo, das 11h às 20h. A entrada é franca. O Instituto Oi Futuro fica na Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo.

Assista ao clipe de "Hello Again", produzido por Andy Warhol para a banda The Cars:

    Leia tudo sobre: andy warholtvexposiçãoInstituto oi futuro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG