Tribunal rejeita ação de plágio contra autora de Harry Potter

J.K. Rowling foi acusada de copiar partes do livro "Willy The Wizard", como a competição de magos

Reuters |

Getty Images
A autora de "Harry Potter", J.K. Rowling
Uma juíza dos Estados Unidos rejeitou na quinta-feira um processo movido contra a autora de "Harry Potter", J.K. Rowling, em que era acusada de copiar o trabalho de outro autor ao escrever o livro "Harry Potter e o Cálice de Fogo".

O responsável pela propriedade do falecido autor Adrian Jacobs havia dito que o enredo do livro, o quarto de uma série de sete publicações de grande sucesso que se tornou uma franquia multibilionária de cinema, copiou partes da história de seu livro "Willy the Wizard", incluindo a competição de magos, e a ideia de magos viajando nos trens.

A Scholastic Corp, editora dos livros de Harry Potter nos EUA, acolheu positivamente a decisão da juíza Shira Scheindlin, citando sua frase: "...os contrastes entre o conceito total e a impressão dos trabalhos é tão extrema que qualquer comparação séria entre os dois seria uma ingenuidade."

"A rápida rejeição do tribunal sustenta nossa posição de que o caso não tinha mérito algum e que comparar Willy o Mago à série Harry Potter é absurda", disse a empresa em comunicado.

Em outubro, o juiz responsável por um caso semelhante de plágio no Tribunal Superior de Londres disse que as alegações feitas por Paul Allen, responsável pela propriedade de Jacobs, eram "improváveis". No entanto, o juiz recusou um pedido dos advogados de Rowling e de sua editora britânica por um julgamento imediato rejeitando o caso.

Segundo o representante de Jacobs, o autor de "The Adventures of Willy the Wizard -- No 1 Livid Land" (1987), teria buscado os serviços do agente Christopher Little, que depois se tornaria o agente de Rowling. Segundo o representante, Jacobs morreu "sem um centavo" em um asilo em Londres, em 1997.

Bloomsbury, a editora britânica dos livros de Harry Potter, disse que Rowling nunca tinha ouvido falar do livro de Jacobs antes da alegação sobre direitos autorais em 2004, quase sete anos depois da publicação do primeiro livro da série Harry Potter.

    Leia tudo sobre: harry potterj.k. rowlingplágio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG